ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  26    CAMPO GRANDE 29º

Política

TJ segue governo e propõe reajuste de 10% a servidores para 2022

Ao todo, são 4.708 servidores na folha de pagamento, que vão representar gasto anual de R$ 80.150.685,26

Por Gabriela Couto | 20/11/2021 09:25
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O Poder Judiciário também protocolou nesta semana na Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei 341/2021, que garante o reajuste dos 4.708 servidores ativos, inativos e pensionistas. Seguindo o Poder Executivo, também serão repassados o percentual linear de 10%, a partir de 1º de janeiro de 2022.

A medida antecipa as datas-bases dos trabalhadores para o mesmo mês, ou seja, o aumento de janeiro será a revisão geral anual do ano que vem. O presidente do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), desembargador Carlos Eduardo Contar, pede que a matéria tramite na Casa de Leis em regime de urgência.

"Dessa forma, a medida objetiva implementar uma política salarial condizente com as possibilidades financeiras do Poder Judiciário Estadual e, a par disso, valorizar a carreira dos servidores, sem que ocorra o comprometimento da receita e extrapolação dos limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal com gastos com pessoal", justificou Contar.

O Judiciário anexou o impacto na folha de pagamento para o ano que vem, se o reajuste for aprovado. Por mês, serão R$ 4.338.935,93, o que em um ano, será um gasto com pessoal de R$ 80.150.685,26. Apenas os inativos representam R$ 18.124.254,03.

Nos siga no Google Notícias