A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/08/2013 11:04

Vereadores dão última chance antes de cassação e reconvocam secretário

Francisco Júnior e Jéssica Benitez

A presidente da Comissão de Orçamento da Câmara de Vereadores, Graziele Machado (PR), informou durante a sessão de hoje (1) que o secretário Municipal de Planejamento, Wanderley Ben Hur, será reconvocado para dar explicações sobre o excesso de suplementações orçamentárias feitas pela administração de Alcides Bernal (PP). Esta será a última chance antes de iniciar a instalação de uma comissão processante, que poderá levar à cassação do prefeito Alcides Bernal (PP).

No último dia 30, o prefeito fez duas suplementações que elevou para R$ 22,9 milhões o limite de 5% do Orçamento do Município de Campo Grande deste ano. O total de suplementação já chega a R$ 151,9 milhões.

“ É permitida acréscimo de 5,5% sem autorização da Câmara, mas o prefeito já fez 5,75%”, explicou a vereadora. “ Nós queremos saber o embasamento que o secretário teve para fazer suplementação sem autorização da Câmara”,acrescentou.

Após o termino da sessão, os vereadores irão se reunir para definir a data que Wanderley Ben Hur será ouvido.

De acordo com a parlamentar, o prefeito já está enquadrado em improbidade administrativa, e após a explicação do Ben Hun, os vereadores podem abrir uma Comissão Processante “que pode acarretar em um puxão de orelha ou a cassação”. “A Comissão Processante tem a prerrogativa de julgar o tamanho do pecado. Para cassar precisa de 20 votos”, disse.

Segundo ela, além da questão da suplementação, o prefeito ainda está sendo investigado “pela falta de merenda, compra de combustível, CPI do Calote e empresas que estão ganhando contratos milionários e que só tem uma portinha e podem ser laranja”.

Com relação a investigação do TCE (Tribunal de Contas do Estado) referente a suplementação, mesmo que o tribunal dê parecer favorável ao Prefeito, o Bernal já cometeu improbidade administração por ter excedido o valor limite.

Para a vereadora, os parlamentares não podem fechar os olhos para essa situação, mesmo os que são da base aliada. “O poder executivo está de um lado do elástico e o poder legislativo do outro. Uma hora o elástico vai arrebentar e alguém vai se machucar com isso”.

Diante dessas situações, a parlamentar acredita que o segundo semestre vai ser mais tenso. “ Infelizmente não há dialogo e tem o PPA (Plano Pluri Anual) e a LOA (Lei Orçamentária Anual)”, finalizou.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


PAssou da hora de Cassar o mandato desse cidadão, que abandonou a nossa linda e bela Campo Grande, nossa cidade esta um caos, sem comando.
 
Rondinelio Correa em 01/08/2013 13:41:03
Campo grande não merece este cenário, fala sério é um circo.
 
Abud Tchatcha em 01/08/2013 12:50:55
quem vai dar ultimato a esses vereadores que nao pagam aluguel e serao despejados que moral eles tem, se investigar vai cassar a metade e nao os cinco que estao falando.






 
jose adl leite em 01/08/2013 11:52:24
Essa vereadora Graziela tbem já deveria ter sido cassada, fica ai gastando dinheiro público com processos que não vão dar em nada só por capricho, o ídolo dela o "cinho" não vai voltar mais e os podres dele já estão aparecendo, tirar o Bernal não resolve nada.
 
Antonio Carlos Zorg em 01/08/2013 11:43:52
CHANCE!!!!!! DEMOROU PRA TIRAREM ESSE PALERMA DA PREFEITURA!!!!! FORA BERNAL JÁ!!!!!
 
SARAH DE CASTRO OVANDO em 01/08/2013 11:38:44
Já pensou um prefeito cassado por vereadores e o Presidente da camara cassados?
Eu fico imaginando como votar em alguém nessa bagunça de leis.
 
luiz alves em 01/08/2013 11:24:44
Esse assunto ja deu o que tinha que dar ...se esses caras quisessem mesmo cassar , ja tinha cassado ...acho me$mo que o$ acordo$ não $airam, ainda ...kkkk
 
Sabrina Ferraz em 01/08/2013 11:16:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions