A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

19/06/2013 13:16

Vereadores defendem manifestação na Capital; Stephanini critica prefeito

Luciana Brazil e Jéssica Benitez

Diante da manifestação marcada para amanhã (20) em Campo Grande, que já ecoa em várias capitais do país, vereadores de Campo Grande aproveitaram a sessão itinerante desta quarta-feira (19), no Crea/MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul) para defender a mobilização e pedir segurança ao manifesto.

A vereadora Carla Stephanini (PMDB) afirmou que a juventude “deixou as redes sociais e foi para as ruas”. Ela criticou as recentes declarações do prefeito Alcides Bernal (PP), quando ele insinuou ser perseguido por políticos.

“Não repudiamos protestos. Repudiamos que o chefe do Executivo queira atrelar atos de vandalismo, nos protestos que ainda estão por vir em Campo Grande, a políticos que perderam as eleições no ano passado”.

Bernal disse na mesma declaração, na manhã de hoje, que existem pessoas instruídas para difamar a administração municipal. "Espero que as pessoas não sejam usadas como massa de manobra política por partidos que têm interesse em criticar a nossa gestão”, afirmou. O prefeito, mais uma vez, declarou que pessoas ligadas a políticos que perderam as eleições querem prejudicá-lo.

A vereadora completou o discurso dizendo que existem vários aspectos a serem protestados, além da tarifas de ônibus. “É horas de ouvir os eleitores e dar fomento ao que eles pedem”.

Para o vereador Paulo Pedra (PDT) as mobilizações eclodiram com as recentes invasões indígenas às propriedades rurais, no Estado, motivados também pela morosidade do poder público.

O vereador Airton Saraiva (DEM) alegou a legitimidade das manifestações e lembrou dos tempos em que participou de protesto que entraram para história do país.

“Fiz parte das diretas já e do movimento jovem. Tive grande prazer em fazer parte deste movimento. Mas agora é preciso tomar cuidado para evitar a baderna que ocorreu em são Paulo”.

Segundo ele, os comerciantes de Campo Grande estão preocupados com o manifesto desta quinta-feira. “Ontem eu circulei no comércio, e os comerciantes estão preocupados porque em São Paulo estão saqueando e quebrando as lojas”.

O parlamentar pediu reforço na segurança. “Gostaria que o André (Pucinelli-PMDB) colocasse toda segurança amanhã no protesto”.

 



Parabéns Washington Castro é isso mesmo, se eles fossem pelo povo e para o povo seriam muito bem vindos.
 
Vera Elias em 20/06/2013 18:56:11
Agora é fácil pegar carona na indignação da sociedade e querer se mostrar a favor do povo. Todos sabemos que na política existem dois grupos: Os que estão no poder e os querem tomar o poder, então com certeza existe políticos ressentidos com a população e querem transformar o mandato atual numa verdadeira bagunça para tentar retornar ao poder. Agora falam em morosidade do poder público, mas o que eles fazem de positivo para diminuir essa morosidade?. E por que será que ninguém aceita a presença de políticos nas manifestações? Se eles fossem pelo povo e para o povo, seriam muito bem vindos. Chega de falácias; trabalhem mais e falem menos.
 
Washington Castro em 19/06/2013 14:27:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions