A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

27/11/2013 18:49

Zeca e Vander continuam em lados opostos; discórdia agora é vice de Delcídio

Zemil Rocha
Para Zeca, proposta de Vander de dar vice para o DEM é loucura (Foto: arquivo)Para Zeca, proposta de Vander de dar vice para o DEM é "loucura" (Foto: arquivo)

O vereador e ex-governador Zeca do PT e o seu sobrinho ex-braço direito Vander Loubet, deputado federal pelo PT, voltaram a defender posições diametralmente opostos nesta semana. Durante reunião da direção estadual petista, Zeca deixou claro essa discórdia.

Superado o conflito mais forte em torno da vaga do Senado, o motivo da discórdia agora é em torno da vaga de vice na chapa a ser encabeçada por Delcídio do Amaral para disputar o governo do Estado em 2014.

Zeca do PT defende que o PT também escolha o candidato a vice-governador, enquanto o deputado Vander Loubet, ex-secretário estadual dos dois governos petistas de Mato Grosso do Sul, prega busca de entendimento com o DEM.

“A proposta do Vander de o DEM indicar o vice é loucura”, afirmou nesta tarde de quarta-feira (27) o vereador Zeca do PT. “Eu defendo por algum nome do PT na vice e assim carregar o palanque com os 40% que votaram em nós em 2010”, afirmou Zeca, referindo-se ao fato de na disputa entre ele e o governador André Puccinelli, há três anos, o PT ter obtido 534.601 votos (42,50% do total).

O presidente regional do PT, Marcus Garcia, minimizou a divergência, lembrando que Vander nem mesmo esteve na reunião do partido nesta semana. “Não foi uma discussão aprofundada. Foi mais para discutirmos chapas proporcionais, para deputado federal e estadual”, disse.

Indagado se concordaria em que PT desse a vaga de vice para o DEM, Marcus Garcia respondeu: “Prefiro me manifestar quando o partido estiver se reunindo. Não tenho opinião formada. A conjuntura política é que vai dizer. Além disso, ainda temos o congresso nacional do PT dia 12 de dezembro, no qual o partido vai se pronunciar sobre política de alianças”.

Aliança com PSDB – Embora o ex-governador Zeca do PT tenha deixado de se opor radicalmente a uma eventual aliança eleitoral de seu partido com o PSDB, depois da visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ainda demonstra certa resistência. Para ele, "aliança branca" com os tucanos pode ser um "risco danado" para o PT.

Para o presidente do PT, Marcus Garcia, Zeca entendeu a ponderação do ex-presidente Lula de que que é importante estar aberto ao diálogo com todos os partidos. Lembrado, porém, que Zeca considera ser um risco aliança branca, Garcia ponderou: "Aliança eleitoral ainda está bem longe. Em junho é que o PT vai definir".

Zeca considera, porém, que nesta semana aconteceu a primeira reunião do PT no sentido de construir esse debate sobre as alianças. "Eu disse ao Delcídio que o que a gente tem na vida pessoal são ideias, enquanto na política são teses. São legitimas, desde a tese do não isolamento, como da chapa própria e da aliança branca", opinou. Para ele, porém, o próprio PSDB rejeita a proposta de "aliança branca".

 

 

 

 

Para derrotar PMDB, Zeca muda de ideia e aceita aliança com PSDB
O vereador Zeca do PT revelou nesta quarta-feira (13), durante agenda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Campo Grande, que não descarta u...
Pelo menos em jantar com Lula, Zeca e Delcídio deixam as diferenças de lado
Pelo menos ontem (12) as principais lideranças do PT no Estado, senador Delcídio do Amaral e o vereador Zeca do PT, deixaram as diferenças de lado e ...



O PT e o DEM não tem qualquer afinidade ideológica. Nem dá pra criticar o MS... em SP, vimos Maluf, Lula e o candidato do PT à prefeitura de São Paulo, em momento lúdico, nos jardins da casa do primeiro.
Mas não acho que o estômago do sul-mato-grossense seja igual ao do paulistano. Espero que não.
 
Paulo Alexandre Ney Quevedo em 27/11/2013 19:47:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions