A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

20/01/2016 14:31

Multinacional alemã lança a primeira soja transgênica brasileira

Mariana Rodrigues e Renata Volpe Haddad
Primeira cultivar de soja transgênica brasileira. (Foto: Denilson Rodrigues/ Divulgação)Primeira cultivar de soja transgênica brasileira. (Foto: Denilson Rodrigues/ Divulgação)

A multinacional alemã Basf lançou hoje (20), no Showtec em Maracaju, a 160 km da Capital, o Sistema de Produção Cultivance que contém a primeira soja transgênica desenvolvida no Brasil. A produção representa um marco para a ciência brasileira e contou coma parceira da Embrapa e da Fundação Meridional.

A tecnologia da cultivar de soja BRS 397cv, combina a utilização de uma variedade do grão geneticamente modificado em um alto potencial produtivo com o uso de um herbicida de amplo espectro de ação para o manejo de plantas daninhas de folhas largas e estreitas.

O uso excessivo e frequente de um mesmo herbicida na mesma lavoura tem como uma das principais consequências o aparecimento de plantas daninhas resistentes. Voltado à solução desse problema, o Sistema de Produção Cultivance chega ao mercado como opção tecnológica para auxiliar os agricultores no manejo de plantas daninhas resistentes ao glifosato, principal herbicida utilizado atualmente por sojicultores.

No primeiro momento a produção atenderá as regiões Mato Grosso do Sul, Goiás, Mato Grosso, São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Rondônia, Bahia e Distrito Federal. A distribuição leva em consideração as características das cultivares que serão colocadas no mercado na safra 2015/2016.

A cada safra, o manejo de espécies como a buva, o azevém e o capim-amargoso preocupa mais produtores, técnicos e pesquisadores. Para o vice-presidente da Basf, José Munhoz, a parceria de 10 anos entre a Embrapa e a Fundação Meridional que garantiu a produção da primeira soja transgênica desenvolvida é uma evolução para os produtores.
"É uma importante alternativa criada para o melhor manejo de plantas daninhas", disse ele que complementou ainda que devido a planta ser 100% brasileira, ela tem as folhas nas cores verde e amarela.

O chefe geral da Embrapa, José Renato Farias, disse durante o lançamento, que esse momento é histórico, pois a tecnologia é desenvolvida no país e há muito tempo eles estão trabalhando nisso. "Várias unidades da Embrapa participaram do melhoramento da cultivar, o primeiro material cultivance do ano com um novo princípio ativo e manejo para cultivo da soja", conclui.

No caso da Cultivance, por três safras foram conduzidos experimentos em sete locais do Brasil para avaliar se as plantas transgênicas tinham padrão de comportamento similar às convencionais. Os pesquisadores compararam as características gerais da planta, como rendimento, ciclo de desenvolvimento, resistência ao acamamento, altura de plantas, qualidade de sementes, de óleo, teor de proteína, entre outros.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions