A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

25/05/2015 11:26

Pesquisa quer saber que tipo de produto orgânico consumidor prefere

Caroline Maldonado
Superintendência quer fazer elo entre quem produz e quem quer comprar orgânicos, segundo o fiscal federal agropecuário, Maurício Pecantet (Foto: Marcelo Calazans)Superintendência quer fazer elo entre quem produz e quem quer comprar orgânicos, segundo o fiscal federal agropecuário, Maurício Pecantet (Foto: Marcelo Calazans)

Não são apenas frutas e verduras que podem ser orgânicos, mas colocar na mesa dos sul-mato-grossense outros itens desse tipo ainda é um desafio, pois os produtores têm receio de produzir algo que não tenha demanda, enquanto os consumidores sabem pouco sobre assunto. Pensando nisso, especialistas da SFA (Superintendência Federal de Agricultura) de Campo Grande lançaram o “Prosa Orgânica”.

A prosa nesse caso será entre consumidores e agricultores. Como não é tão simples aproximar esses dois segmentos, mas sabe-se que há um interesse de ambos nos produtos diferenciados, os técnicos distribuem questionários em escolas e outras entidades de Ponta Porã, Dourados e Corumbá. “Queremos saber o que as famílias querem comprar de orgânico, além de alface. Com isso vamos poder mostrar ao produtor a demanda que existe”, explica o fiscal federal agropecuário, Maurício Pecantet.

A ação, que visa fazer um elo entre quem produz e quem quer comprar, faz parte da Semana Nacional dos Alimentos Orgânicos. Estava previsto lançamento na SFA de Campo Grande nesta manhã, mas o evento foi cancelado devido a imprevistos, segundo a organização.

Influência - A ideia é expandir o levantamento e com isso dar informação aos agricultores para que possam diversificar a produção sem medo. “Será que além de frutas e verduras, as pessoas querem também café, chá, leite e outros orgânicos? É isso que vamos saber”, detalha Maurício.

O foco dessas e de outras ações que ocorrem esta semana são os jovens e as crianças, segundo o fiscal. “Se as crianças conseguem convencer os pais a comprar um celular de última geração, como não vão influenciar na compra de um produto orgânico? Então vamos investir nos mais jovens para fazer essa transformação”, comentou Maurício, ao lembrar que a maioria dos consumidores de orgânicos são mulheres com mais de 30 anos, conforme pesquisa nacional.

Programação – Amanhã (26) os técnicos estarão em Maracaju, para a oficina sobre manejo de adubos verdes na olericultura e fruticultura, na Efar (Escola Família Agrícola). No mesmo dia, haverá a implantação da Unidade Demonstrativa de Adubos Verdes, em Sidrolândia.

Em Bandeirantes, terá oficina sobre manejo de adubos verdes e recuperação de cafezal recepado na Unidade Demonstrativa de Adubos verdes e Sementes Crioulas da SFA, na quarta-feira (27). Na quinta-feira (28), será inaugurada a horta agroecológica do Lar Infantil Lygia Hans, em Campo Grande. Alunos do 4º ano do curso de Agronomia da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) de Aquidauana apresentarão resultados de pesquisas científicas sobre adubos verdes, nas sexta-feira (29).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions