A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

12/07/2018 10:54

Detran cria equipe para reforçar fiscalização de trânsito na Capital

Grupo atuará em conjunto com a Polícia Militar de Trânsito e Agetran

Mayara Bueno e Kleber Clajus
Veículos trafegam na avenida Afonso Pena, sentido centro-shopping Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).Veículos trafegam na avenida Afonso Pena, sentido centro-shopping Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo).

Setor de fiscalização de trânsito do Detran-MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul) reforça, a partir desta quinta-feira (12), blitzes realizadas em Campo Grande. Com efetivo de 30 servidores, há especial interesse na atuação conjunta com a Polícia Militar e Agetran (Agência Municipal de Trânsito) nas operações da Lei Seca. 

Por enquanto, conforme o diretor-presidente do Detran Roberto Hashioka, o trabalho deve se concentrar na Capital, que tem registro de 572,5 mil veículos circulando. "O nosso objetivo é de salvar vidas", justificou Roberto, destacando que os servidores capacitados receberão um adicional por serviço extraordinário ao participar das ações de fiscalização nas ruas.

Há especial interesse que este reforço possa reduzir os indicadores de acidentes e mortes no trânsito que, no ano passado, somaram 366 em Mato Grosso do Sul. Somente Campo Grande teve 70 casos e, inclusive, nos últimos quatro anos a Capital correspondeu a 38,4% das 2.258 vítimas fatais em acidentes de trânsito no Estado.

 

Agentes assistem à coletiva de anúncio da criação do grupo, no Detran. (Foto: Saul Schramm).Agentes assistem à coletiva de anúncio da criação do grupo, no Detran. (Foto: Saul Schramm).

O gerente de fiscalização da Agetran, Carlos Guarini, ressaltou que esta será "mais uma equipe que vem para contribuir e nos ajudar".

Ao menos dois novos bafômetros serão somados aos outros doze utilizados hoje durante as blitzes na Capital. Em média, ocorrem 50 checagens por fiscalização realizada pelas equipes de trânsito.

Teste - Em apenas uma hora, na quarta-feira (11), equipe do Detran flagrou 154 motoristas com velocidade superior a permitida na Avenida Dom Antônio Barbosa. Três deles estavam a 90 km/h, o que além da multa pode resultar na suspensão da carteira de motorista.

Outros casos também foram identificados na ocasião como motoristas e passageiros sem cinto de segurança, sem habilitação, embriagados, com a CNH suspensa e até motociclista acompanhado de criança sem capacete. Tal controle teve caráter de teste operacional.

Na avaliação do presidente do Sindetran (Sindicato dos Servidores do Detran-MS), Octacílio Sakai Júnior, a nova equipe de fiscalização possibilita afastar a ideia de "indústria da multa", ampliando assim o trabalho preventivo realizado pelo departamento de trânsito também no campo da fiscalização. "Conseguimos assim reduzir o uso de leitos hospitalares e os gastos com a Previdência, decorrentes dos acidentes de trânsito", ressaltou Octacílio.

Mesmo que concentrado na Capital, há projeto de que a fiscalização realizada por servidores do Detran seja estendida a outros municípios como Corumbá, Dourados e Três Lagoas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions