A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

25/03/2018 08:43

Múltiplas linguagens: aprendizagens singulares

Por Mayra Arantes de Oliveira (*)

Para refletir acerca da educação dos infantis é necessário pensar no plural, na multiplicidade de sentidos que são intrínsecos à criança.

Conceber a criança em sua totalidade, considerando as múltiplas linguagens que a permeia, é compreender que os aspectos cognitivos, motores, sociais e afetivos são indissociáveis. Para tanto, faz-se necessária a concepção de que são sujeitos que se expressam por meio de metáforas e representações, que nem sempre são inteligíveis ao adulto e, sobretudo à escola. Nesse sentido, cabe à instituição educadora o reconhecimento e promoção da multiplicidade das expressões infantis.

Por meio de um currículo que contemple as múltiplas linguagens é possível que a construção de conhecimentos aconteça de forma significativa e, sobretudo, de inúmeras maneiras. Faz-se necessário compreender o modo com que a criança sente, vivencia e significa o processo de aprendizagem e, fundamentado nesse percurso, promova o desenvolvimento de suas potencialidades.

Nessa perspectiva, o currículo não só é pensado para a criança, mas também é constituído por ela, contemplando os saberes prévios e aquilo que ela anseia por aprender, considerando, assim, os infantis como sujeitos ativos e capazes de produzir culturas e conhecimentos.

Dessa forma, não há a supervalorização de uma linguagem em detrimento de outras, o conhecimento não acontece de maneira fragmentada, mas por meio da música, do movimento, da arte, da dança, da literatura, enfim, de uma multiplicidade de linguagens, por meio das quais a criança amplia seu modo de conhecer e (re) significar o mundo.

Assim, aprende no diálogo e contato com o outro, levantando e testando hipóteses, sentindo cheiros, sabores, sensações, apreciando músicas, obras artísticas, ouvindo e criando narrativas, explorando materiais, expressões, movimentos corporais, brincando!

Torna-se essencial o entendimento de que as linguagens estão emaranhadas, sem hierarquias entre elas. Nesse sentido, é necessária a superação do conceito de que o processo educativo deva privilegiar somente a linguagem oral e escrita. Romper com esse paradigma é compreender que as práticas de leitura e escrita estão atreladas a um uso social e que, atualmente há uma multiplicidade de elementos envolvendo tais práticas, bem como inúmeras possibilidades de interpretação e sentidos. Além de conhecer o código da escrita, é fundamental que o educando seja capaz de ler e interpretar o mundo por meio das múltiplas linguagens sejam elas visuais, gestuais, sonoras ou escritas, conseguindo perceber intencionalidades e até mesmo aquilo que não está escrito. Compreendendo, dessa forma, que os conhecimentos bem como as informações não são prontos, acabados, mas estão sempre em processo de (re) construção e transpõem os muros institucionais.

Para tanto, a abordagem educacional pautada nas múltiplas linguagens é fundamental, proporcionando aprendizagens singulares ao fomentar experiências nas quais todos os sentidos são estimulados e as crianças incentivadas a explorar e se expressar por meio das cem linguagens das quais dispõem.

(*) Mayra Arantes de Oliveira é professora regente da Educação Infantil no Colégio Marista Champagnat do Grupo Marista, em Ribeirão Preto (SP).

Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
Sem comunicação não há evolução
Os líderes do agronegócio hoje concordam que precisamos dialogar muito mais com a sociedade urbana, pois sem isso não teremos aderência nas necessida...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions