ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

Bope apreende duas espingardas durante operação em Bandeirantes

Armamento foi encontrado em imóvel alvo de busca e apreensão nesta terça-feira. Dono não estava

Por Marta Ferreira e Aline dos Santos | 02/06/2020 10:33
As duas espingardas encontradas durante busca e apreensão em imóvel de Bandeirantes. (Foto: Marcos Maluf)
As duas espingardas encontradas durante busca e apreensão em imóvel de Bandeirantes. (Foto: Marcos Maluf)

Duas espingardas calibre 22 foram apreendidas durante a operação “Sucata Preciosa”, em desenvolvimento nesta terça-feira (2), no município de Bandeirantes, cidade de 6 mil habitantes a 70 km de Campo Grande. O dono do imóvel onde estavam as armas não foi localizado, por isso não houve prisão.

Bandeirantes amanheceu com a prefeitura fechada para operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial e de Combate ao Crime Organizado), com apoio do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo Banco, Assaltos e Sequestros), e também do Batalhão de Choque e Bope (Batalhão de Operações Especiais), ambos da Polícia Militar.

Além das armas, foi encontrada caixa com  22 munições. O mandado de busca neste imóvel foi cumprido pelo Bope.

Como ninguém foi achado, as espingardas foram levadas para a Delegacia de Polícia Civil, onde a ocorrência foi registrada.

Munições apreendidas durante operação. (Foto: Marcos Maluf)
Munições apreendidas durante operação. (Foto: Marcos Maluf)

Prefeitura cercada – Fechada desde as 4h da manhã, como testemunhou uma vizinha, a sede da prefeitura, na Rua Arthur Bernardes, está tomada por policiais.

Na Secretaria de Obras, alvo de busca e apreensão, policiais do Garras montam guarda.

Em outro imóvel, a reportagem presenciou um promotor. Ali, conforme a placa na frente, funciona a empresa PH Informática, além de parecer ser uma moradia. O dono não quis falar nem se identificar.

As ações também envolvem a Secretaria de Educação, conforme divulgado.

Ao todo, estão sendo cumpridos 25  mandados de busca e apreensão, em Bandeirantes, em Campo Grande, em Dourados e na cidade do interior de São Paulo de Presidente Venceslau.

A investigação apura crimes de peculato, fraude em licitação, falsidade e corrupção, envolvendo a manutenção da frota de veículos do município.

Polícias do Batalhão de Choque à frente da prefeitura de Bandeirantes. (Fotos: Marcos Maluf)
Polícias do Batalhão de Choque à frente da prefeitura de Bandeirantes. (Fotos: Marcos Maluf)