ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  12    CAMPO GRANDE 20º

Cidades

Curva da covid-19 dobra em MS de uma semana para outra e triplica em Dourados

Número de casos confirmados atingiu 1488 desde 14 de março no Estado, com aceleração nas últimas semanas

Por Marta Ferreira | 31/05/2020 11:11
O secretário de Saúde, Geraldo Resende, durante transmissão ao vivo para apresentar dados da covid. (Foto: Reprodução/Facebook)
O secretário de Saúde, Geraldo Resende, durante transmissão ao vivo para apresentar dados da covid. (Foto: Reprodução/Facebook)

Entre a 20ª e a 22ª semana da pandemia de novo coronavírus, o número de casos confirmados dobrou em Mato Grosso do Sul. Em Dourados, a segunda maior cidade do Estado, com 220 mil habitantes, o crescimento foi ainda maior: o registro triplicou.

Os dados foram apresentados nesta manhã durante transmissão ao vivo pelo secretário de Saúde, Geraldo Resende, e pela secretaria-adjunta, Christine Maymone. De acordo com os números apresentados, só de sábado para domingo foram 71 positivos a mais em todo o Estado.  O número de óbitos passou a 20, com mais um caso em Campo Grande, neste sábado, de caminhoneiro de 61 anos.

Desde o primeiro contágio por novo coronavírus foi registrado em Mato Grosso, o número de notificações acumuladas é de 11.732. As confirmações atingem 1488.

Evolução – Geraldo Resende comentou que era previsto um pico entre a 20ª e 22ª semana, como está se confirmando, de acordo com ele. No Estado, citou, na 20ª semana, foram 171 registros, na 21ª, 370. Agora, na semana encerrada, a 22ª, o dado chegou a 570.

Em Dourados, foram 37 na 20ª semana da pandemia, 121 na segunda e, nesta 22ª, chegou a 318, três vezes mais que no período anterior.

O secretário atribui a situação de Dourados ao “eveto epidemiológico no frigorífico”, em alusão das unidades da JBS-Seara e BRG, que isolaram trabalhadores depois de casos positivos.

As duas industrias tem mais de 5,8 mil trabalhadores. A JBS-Seara confirmou 168 contágios e a BRF 18.