A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

06/02/2008 07:15

Após incêndio de viatura, Colônia não tem policiamento

Redação

Diferente do que se podia prever, na manhã desta quarta-feira a polícia não entrou na Colônia Penal Agrícola de Campo Grande para fazer revista dos presos que ontem atearam fogo em uma viatura descaracterizada do Serviço Reservado, a P2. Na entrada do estabelecimento um aviso: a placa do carro incendiado foi pendurada pelos presos. Era um Corsa Sedan, de placas HQH-9943.

A confusão teve início por volta de 23h30 de ontem. Dois policiais do Serviço Reservado estariam investigando um assalto no Jardim Centro-Oeste e chegaram a detentos da Colônia Penal. Na versão os presos, os policiais teriam agido de forma truculenta e estavam agredindo os presos, colocando os pés na cabeça de um deles e tentando colocar à força o outro no porta-malas do carro descaracterizado.

Os presos teriam reagido jogando pedras e os policiais teriam abandonado o carro e em seguida, ainda segundo eles, policiais militares teriam chegado atirando. Neste momento os presos atearam fogo na viatura. Já a polícia informou que teria ocorrido troca de tiros. Dentro do carro haviam dois coletes à prova de balas e dois rádios comunicadores que, segundo os presos,

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions