A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

17/03/2011 15:40

Acadêmicos de História da UFMS denunciam que 62% dos professores são voluntários

Jorge Almoas

Os acadêmicos do curso de História da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) denunciam a situação de descaso com os alunos da graduação, que vem sofrendo com a falta de professores.

Segundo a acadêmica Priscila Lemos, que cursa o terceiro ano de História, 62,5% dos professores são voluntários, alguns deles, recém saídos da própria graduação.

“Atualmente, a grade possui oito disciplinas, das quais cinco são ministradas por voluntários. As outras três são ministradas por um mesmo professor efetivo”, aponta Priscila.

Pela denúncia, os acadêmicos querem tornar público, na visão deles, a falta de empenho da UFMS em manter a qualidade do curso.

Problemas– Um dossiê foi elaborado por alunos e encaminhado para o MEC (Ministério da Educação). O documento reúne denúncias e situações que se arrastam desde 2009, como falta de investimento, professores afastados por licença médica, além da polêmica envolvendo a compra de um acervo de livros pelo então professor e pró-reitor de graduação, Cezar Augusto Carneiro Benevides.

Em dezembro do ano passado, Cezar Benevides e outra professora do curso de História, Nanci Leonzo, foram afastados por conta de processo administrativo que investiga a vantagem pessoal que Benevides teria conquistado com a compra de acervo de 2.500 livros, que pertenciam a Nanci.

Uma semana após serem afastados, os professores foram exonerados do curso. Na última terça-feira (15), após cumprirem a suspensão, Benevides e Leonzo entraram com recurso na justiça para reverter a decisão sob a exoneração.

Porém, de acordo com a acadêmica Priscila Lemos, a professora Nanci Leonzo foi impedida de retornar às atividades.

Professores demitidos da UFMS voltam ao trabalho amanhã
Os professores efetivos do curso de História da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Cezar Augusto Carneiro Benevides e Nanci Leonzo, q...
UFMS forma comissão para garantir aulas de História
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) determinou, por meio de portaria, formar uma comissão que irá coordenar o curso de Licenciatura e...


realmente, a UFMS, depois de célia maria da silva oliviera, afundou num mar de lama. Peró, por favor, retorne como reitor para reparar os erros da atual reitoria. uma das piores reitorias da história da UFMS. Peró venha para concertar o erro terrivel dessa reitoria. precisamos que um reitor de peso volte a governar a UFMS. do jeito que está, realmente, a UFMS ja é uma das piores universidades do país, em numeros é 40 universidade do país. a UFGD, em poucos anos, consegue ser a 26 universidade do país. isso é realmente um absurdo. Sabemos de compras de 13 camionetes ford ranger, ano 2009, modelo simples, feitas pela FAPEC, a mando da reitora do pró reitor Dercir, que foram superfaturadas, valores de 84 mil reais cada uma. o problema é que uma camionete, comprada sem o conhecimento da reitoria, esta camionete ford ranger completa, roda liga leve, air bag duplo e coisas do genero e modelo 2010, foi comprada por 68 mil reais. ou seja, uma diferença de 16 mil reais cada uma das camionetes. é só fazer as contas e ver quanto levaram dessa compra. isso tudo foi aprovado em um relatório de contas da FAPEC, exercicio de 2009, que só foi aprovado em agosto de 2010.
 
Rogério Mayer da Silva Oliveira em 21/03/2011 01:52:57
Sou aluno formado na UFMS e com propriedade digo que os professores voluntários são o menor dos problemas da instituição, o verdadeiro problema mora na politicagem dentro dos departamentos, na falta de comprometimento dos professores efetivos e concursados (diga-se de passagem concursos com influência política) a zilhões de anos... tais professores não respeitam a própria profissão: não cumprem suas atribuições, dão prioridade a rotina e a projetos de cunho particular em detrimento do planejamento das aulas, orientam projetos de maneira picareta somente no intuito de ganhar dinheiro do governo federal, abusos e covardias contra alunos não preciso nem comentar é só conversar com QUALQUER formado pela UFMS que ouvirá histórias absurdas sobre atitudes extremamente reprováveis dos famosos "doutores"....
Eu gostaria muito(MUITO MESMO) de ver uma CPI ou investigação seja do MP ou do TCU(Nas contas e nos 'projetos' da UFMS aposto que muita coisa legal surgiria)... com toda certeza não será preciso procurar muito para achar irregularidades grotescas.
 
Carlos Augusto S em 17/03/2011 04:28:51
Tomara que os estudantes - justamente de História. Tema do qual se analisarmos veremos que é o que molda o futuro, se levantem contra a tirania dessa mesquinhez que envolve o nível da UFMS.
Pintem a cara, usem as redes sociais, incorporem e evidenciem o lado "guerreiro egípcio" dentro de vocês e como eles vençam a Murbarak Tirania...
Força galera, força
 
Orlando Lero em 17/03/2011 03:54:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions