ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 13º

Capital

Ação do Outubro Rosa proporciona dia diferente para pacientes na Cassems

Por Paulo Nonato de Souza | 24/10/2017 16:24
Isabel Cristina Nogueira, 58 anos, à esquerda, contou que enfrenta a dura batalha contra o câncer há um ano (Foto: Cassems/Divulgação)
Isabel Cristina Nogueira, 58 anos, à esquerda, contou que enfrenta a dura batalha contra o câncer há um ano (Foto: Cassems/Divulgação)

Um dia diferente no Hospital da Cassems de Campo Grande. Assim foi o dia de prevenção contra o câncer de mama e acolhimento, como parte da campanha Outubro Rosa, nesta terça-feira, 24, na unidade hospitalar da Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul.

“Um gesto de carinho, uma palavra amorosa e um dia diferente pode mudar toda uma vida”, diz o lema da ação para as pacientes que fazem tratamento oncológico na unidade hospitalar, conforme nota divulgada pela assessoria de imprensa da Cassems.

Na nota, Isabel Cristina Nogueira, 58 anos, revela que enfrenta a dura batalha contra o câncer há um ano. Com apoio do marido, dos filhos, do neto, de 10 anos, e da equipe que a acompanha no Hospital Cassems de Campo Grande ela tem superado cada fase com muita alegria, determinação, fé e esperança.

Na reta final do tratamento, Isabel deverá ser liberada das constantes idas ao hospital em 30 dias. “Você nem imagina a diferença na vida da gente! Eu nunca fui tão amada dentro de um hospital como sou aqui”, relata a paciente.

Há pouco mais de um ano a farmacêutica Giovana Coutinho Zulin Nascimento, 43, descobriu, realizando o autoexame, um nódulo na mama. Em seguida já buscou atendimento médico e após vários exames iniciou, em janeiro, o tratamento de quimioterapia. Já são dez meses seguindo uma rotina que poderia ser muito mais desgastante, não fosse o carinho e a atenção recebidos da equipe do setor de oncologia do hospital.

Giovana ressalta que o diagnóstico precoce é muito importante e pode evitar inclusive as cirurgias mais radicais, como a retirada total das mamas. Além disso, o apoio de amigos, familiares durante o tratamento reforça a vontade de se curar. “Em casa, por exemplo, está todo mundo careca, como eu! E junto com o câncer estou fazendo mestrado, continuo trabalhando e mantendo a minha mente ocupada. Não me deixo abater!”, explica Giovana.

Isabel e Giovana, hoje, participaram de um dia de atividades especiais, voltadas para o acolhimento e valorização da autoestima das pacientes, com direito a sessão fotográfica, oficina de maquiagem do Boticário, oficina com a equipe de fisioterapia, oficina de amarração de lenços, atendimento psicossocial e nutricional.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário