A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

16/07/2012 15:49

Acusado por morte de agente penitenciário volta ao regime fechado

Nicholas Vasconcelos

Adriano,esquerda, retornou para o regime fechado na sexta-feira acusado por morte de agente.(Foto: Nícholas Vasconcelos)Adriano,esquerda, retornou para o regime fechado na sexta-feira acusado por morte de agente.(Foto: Nícholas Vasconcelos)

Adriano Lopes Moura, 31 anos, acusado pela morte do agente penitenciário Hudson Moura da Silva, de 34 anos, retornou para o regime fechado na última sexta-feira (13) por decisão da justiça.

O advogado de Adriano, Marcos Ivan Silva, anunciou que deve ingressar com um habeas corpus nesta segunda-feira (16) pedindo o trancamento da ação penal e que seja mantido o cumprimento da pena por tráfico de drogas em regime semi-aberto por tráfico de drogas até o fim da ação por homicídio.

Adriano é acusado pela morte do agente do Estabelecimento Penal de Regime Aberto e Casa do Albergado, em Campo Grande, em novembro do ano passado. Ele alega ser inocente e que foi acusado injustamente por conta de uma rixa pessoal com outro interno.

Hudson foi morto após receber dois disparos de calibre ponto 40 quando liberava os detentos no portal lateral do estabelecimento penal, que fica na Vila Sobrinho. Ele chegou a ficar internado por 19 dias no hospital El Kadri.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions