A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/06/2011 10:56

Acusados de matar mulheres no Tijuca serão interrogados nesta segunda

Nadyenka Castro

Testemunhas de defesa também serão ouvidas

Na reconstituição, autores disseram que vítimas foram rendidas na sala da casa. (Foto: João Garrigó)Na reconstituição, autores disseram que vítimas foram rendidas na sala da casa. (Foto: João Garrigó)

Acusados de matar as amigas Cláudia Araújo Mugnaine e de Regina Bueno França, em dezembro do ano passado, no Jardim Tijuca, em Campo Grande, Weber de Sousa Barreto, Lorraine Rory Silva, e os irmãos Cristian e Éder Rantagne Cassedo, serão interrogados nesta segunda-feira pela Justiça.

Também serão ouvidas na audiência que está marcada para começar às 8h30min três testemunhas de defesa de Weber. Elas faltaram à audiência realizada no dia 30 de maio, quando foi ouvida a defesa dos outros réus.

Após as oitivas de amanhã, acusação e defesa apresentam as alegações finais e o juiz Aluízio Pereira dos Santos, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, responsável pelo caso, irá decidir se manda os acusados a júri popular.

O crime- Cláudia e Regina foram degoladas na casa da primeira. Cristian confessa que matou uma delas e aponta Weber como autor da outra morte. Este alega que apenas levou Cristian ao local do duplo homicídio.

De acordo com a acusação, o crime foi praticado a mando de Eder, que teria tido um relacionamento amoroso com Lorraine. Ela era amiga das vítimas e teria ajudado no planejamento dos assassinato.

Eder teria mandado matar as mulheres porque elas o teria delatado à Polícia quando estava foragido do regime semiaberto. Todos os autores estão presos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions