A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

11/03/2014 10:03

Ainda presa, mãe pode ser condenada a 12 anos por morte de bebê

Edivaldo Bitencourt e Graziela Rezende

A Polícia Civil indiciou a usuária de drogas Denise Alves, 26 anos, pela morte da filha de um ano e oito meses na tarde de domingo no Jardim Los Angeles, na saída para São Paulo, em Campo Grande. Ela continua presa e vai responder por abandono de incapaz com resultado em morte.

Segundo a delegada Regina Márcia Rodrigues de Brito Mota, titular da DPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), há indícios de que Denise foi negligente e abandonou os dois filhos, de um ano e oito meses e de três anos com a avó, que é cadeirante.

No incêndio, o bebê, Ketlyn, morreu queimado. A mulher vai responder por ter deixado o bebê sozinho na casa e por ele ter morrido. Ela pode ser julgada pela Justiça e condenada a pena de quatro a 12 anos de reclusão em regime fechado.

Já o atual marido da vítima prestou depoimento e foi liberado. Não houve indícios de participação dele no crime.

Laudo pericial aponta três hipóteses para o incêndio que matou a criança: criminoso, a criança ter acendido um isqueiro acidentalmente e bituca de cigarro.

Bebê que teve corpo queimado morreu antes de chegar à unidade de saúde
O bebê de 1 ano e 8 meses que teve o corpo completamente queimado em um incêndio, na tarde deste domingo (9), morreu antes de chegar ao posto de saúd...
Criança de 1,8 ano tem corpo queimado em casa no Los Angeles
Um bebê de 1 ano e 8 meses teve queimaduras por todo o corpo durante principio de incêndio na casa da família, no Jardim Los Angeles. O fogo começou ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions