ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, TERÇA  18    CAMPO GRANDE 32º

Capital

Após colisão na Avenida Zahran, homem é preso por dirigir embriagado

Acidente aconteceu na manhã desta segunda-feira, no cruzamento da Eduardo Elias Zahran com a 1º de Maio

Por Ana Beatriz Rodrigues | 29/11/2021 14:32
Honda HR-V capotou e parou com as quatro rodas para cima. (Foto: Kísie Ainoã)
Honda HR-V capotou e parou com as quatro rodas para cima. (Foto: Kísie Ainoã)

Um dos condutores envolvidos na capotagem na Avenida Eduardo Elias Zahran com a Rua 1º de Maio, na manhã desta segunda-feira (29), foi preso em flagrante por estar visivelmente embriagado, segundo boletim de ocorrência. O bafômetro de Crispim Prado Martins, de 42 anos, indicou 0,95 mg/L de ingestão de álcool.

Conforme o boletim, os militares pediram para o vigilante fazer o teste do bafômetro, porque ele apresentava sinais visíveis de embriaguez, como olhos vermelhos, cheiro de álcool muito forte e, às vezes, "embolava" as falas.

No local do acidente, o vigilante contou ao Campo Grande News que havia acabado de sair da Rua 1º de Maio e fazia conversão para entrar na Avenida Eduardo Elias Zahran, quando foi surpreendido pelo Honda HR-V, que seguia sentido Avenida Salgado Filho e desobedeceu o sinal vermelho.

O HR-V, conduzido por uma mulher, foi atingido na lateral traseira e capotou. Por causa da batida, o airbag do carro foi acionado e a mulher não ficou ferida. Ela conseguiu sair sozinha do automóvel, que ficou com as quatro rodas para cima.

Crispim foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, e vai responder por dirigir sobre influencia de álcool. O veículo, por não ter restrições administrativa ou criminal, foi liberado para o cunhado do autor.

A outra motorista envolvida no acidente também foi convidada a realizar o teste do bafômetro e aceitou espontaneamente. O teste deu negativo para ingestão de álcool e a condutora foi liberada.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário