A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

31/10/2011 17:19

Após morte, Saúde avalia mudança em procedimentos sobre escorpião

Marta Ferreira
Escorpião amarelo fez as primeiras vítimas conhecidas este ano em Campo Grande. Uma delas morreu. (Foto: Pedro Peralta)Escorpião amarelo fez as primeiras vítimas conhecidas este ano em Campo Grande. Uma delas morreu. (Foto: Pedro Peralta)

Após a morte de uma menina de 2 anos, na semana passada, vítima de picada de escorpião, a Secretaria de Saúde de Campo Grande estuda mudança nos procedimentos adotados quanto à prevenção e ao atendimento dado às vítimas. O secretário Leandro Mazina informou hoje ao Campo Grande News que até o fim desta semana se reúne com o pessoal da área para discutir informações que estão sendo levantadas, entre elas o mapeamento das áreas onde o aracnídeo têm sido encontrado.

O escorpião que provocou a morte da menina Maria Eduarda, que completaria 3 anos hoje, é do tipo popularmente conhecido como amarelo gigante. Cientificamente é denominado de Tityus serrulatus e começou a ser encontrado na cidade em 1998.

Só este ano, porém, apareceram os primeiros casos de ataques, nenhum deles fatal até a quarta-feira passada, quando Maria Eduarda levou 3 picadas na mão na casa onde morava, no bairro São Francisco, e morreu 18 horas depois. Ela recebeu o soro antiveneno, mas tarde demais, segundo reclamaram os pais.

O soro foi ministrado cerca de 3 horas após a picada. A menina sofreu paradas cardiorrespiratórias e hemorragia pulmonar, dado o efeito do veneno.

A família reclamou da demora na aplicação do soro e também do atendimento dado pelo Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência), que não fez o transporte da criança até a unidade de saúde do bairro Coronel Antonino, onde ela chegou meia hora depois de ser picada, já com fortes dores e vômito.

Alerta geral A tragédia com a menina assustou a comunidade e provocou reclamações contra os procedimentos adotados e a falta de orientação da população sobre o combate ao escorpião. Moradores disseram ao Campo Grande News que encontram frequentemente escorpiões e que, mesmo chamando o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), os animais não são recolhidos.

No próprio meio médico, a morte inédita até então, provocou comoção e revelou que há uma situação nova a ser tratada.

“Em medicina precisamos fazer o diagnóstico para depois definir o tratamento”, comparou o secretário de Saúde, sobre a avaliação que está sendo feita.

Para o responsável clínico do Civitox (Centro de Vigilância em Toxicologia), Sandro Benites, os protocolos de atendimento usados são os mesmos de outros países, incluindo a orientação de levar a vítima para a unidade de saúde mais próxima, como foi feito com Maria Eduarda.

O que precisa mudar, na avaliação dele, é a postura dos profissionais de medicina, ao identificar a gravidade do caso e encaminhar o paciente vítima de picada de escorpião para receber o soro antiveneno.

Benites explica que antes de começarem as notificações de picadas do escorpião amarelo gigante, os casos de picadas do tipo menos agressivo do aracnídeo, o Tityus Confluens, não eram nem notificados ao Civitox, de tão corriqueiros.

Esse tipo de escorpião provoca dores intensas no local, mas não é peçonhento, diferente do tipo que atacou Maria Eduarda. Após o que aconteceu com ela, conforme Sandro Benites, o número de notificações cresceu. “No sábado foram pelo menos 7”.

Como faz?- Para quem se pergunta o que fazer tanto para evitar a presença dos escorpiões tanto no caso de ser vítima, o médico dá as orientações.

Segundo ele, a prevenção é, como sempre, o melhor caminho. “É preciso manter o quintal limpo, livre de entulho, sem mato e com a grama baixa, sempre”.

Sandro Benites ensina uma forma rápida e barata de proteger a casa dos escorpiões: jogar água sanitária nos ralos, do banheiro, da pia da cozinha.

Ele faz um alerta: inseticidas não resolvem, pois os bichos são resistentes a eles, preparados para matas outros tipos de animais. “Pode até piorar, pois apenas deixam os aracnídeos nervosos”

Em caso de picada do aracnídeo, o médico recomenda levar a vítima à unidade de saúde mais próxima. O sintoma mais comum é a dor no local, mas também haver ânsia e vômito, além de dor abdominal forte e insifuciência respiratória, manifestação típica dos casos mais graves.



Minha filha foi picaqdal por escopiao amarela pequeno levei oa hospital eles aplicarram cortizona na veia ela estava çançada e botaram ela para mebolizar berrrotec com soro.
 
lusiarea s. florencio em 02/03/2013 09:30:45
MUDEI HÁ 20 DIAS NO JARDIM CENTENÁRIO CAMPO GRANDE MS,MINHA CASA ESTÁ PINTADA E MUITOO LIMPA,ASSIM MESMO APARECERAM ESCORPIÕES AMARELOS DENTRO DOS COMODOS DA CASA,ESTOU APAVORADA EM ESTADO DE VIGIA TOTAL,FUI PICADA POR UM BICHO QUE OS MÉDICOS NÃO SABEM QUAL,COLOQUEI INSETICIDAS,ÁGUA SANITÁRIA EM TUDO,MAS E AGORA ESTOU LIVRE OU ESTAMOS LIVRES?VIZINHOS ESTÃO NA MESMA SITUAÇÃO!
 
ALICE PEREZ em 10/02/2013 17:59:06
Necessário se faz manterem limpos e detetizados os terrenos baldios nos quarteiroes residenciais.E, a saúde buscar um veneno apropriado.
 
antonio carlos queiroz em 01/11/2011 12:16:30
Mas ai eles naum comentam que os pais dessa criança ligou para o samu ir atender a crianaça e se negaram a ir dizendo q estava sem viatura no local e seus pais humildes e preocuilpados foram atras de taxi e xegaram imediatamento no posto e lá havia tresssssssssssssssssssssssss viaturas isso é uma falta de respeito com nos cidadao que pagamos nossos impostos certinhu e naum podemos usufruir #revolt
 
Thâmara Guimarães em 01/11/2011 09:35:52
Na casa de minha mãe que fica na região central, bairro Monte Líbano foram encontrados 4 escorpiões em apenas dois dias. Minha cunhada que mora lá com minha sobrinha de apenas um ano de idade, ligou para o CCZ e foi informada que eles tem que atender a 300 ocorrências e UMA BIÓLOGA, conclui-se então que seremos atendidos daqui a UM ANO!! Providencias urgente.
 
Andrea Matos em 01/11/2011 09:13:56
A única forma de lidar com o escorpião é utilizar água sanitária para espantá-lo, uma vez que não existe veneno contra esse animal considerado um fóssil vivo. Outra atitude é evitar as baratas que são alimento natural do escorpião. Ou seja manter a casa sempre limpa e a caixa de gordura bem vedada. De resto é orar.
 
Carlos Roberto em 01/11/2011 08:50:01
Moro no bairro São Francisco, perto do posto da Cel Antonino e outro dia matei um escorpião amarelo dentro de casa....ele estava escondido perto do ralo!Minha mãe ficou muito preocupada
 
Fabio Camilop em 01/11/2011 08:28:28
Reparem bem: "o que precisa mudar é a postura dos profissionais de medicina...". Como é fácil jogar a culpa nos médicos. Nunca vi tanto mosquito da dengue como agora. O que está sendo feito para combatê-lo? Nada!
 
Elizio Franco Junior em 01/11/2011 07:04:05
Infelizmente aqui pelas bandas do Monte Castelo e região da infestado. A maioria dos meus vizinhos já recebeu várias dessas visitas indesejadas. Na minha casa, nos últimos 7 dias matei 4 escorpiões, sendo 1 da mesma espécie que vitimou a pequena Maria Eduarda. Os escoteiros do 12º Grupamento apareceram por aqui distribuindo panfletos com orientações preventivas, mas a prefeitura até agora nada
 
Fernando Silva em 01/11/2011 01:02:04
É PRECISAMOS PERDER UMA CRIANÇA PARA TOMAREM PROVIDENCIA!!!!!
 
luciana fabricia de araujo em 31/10/2011 11:37:23
Só sei que, se aparecer aqui em casa, eu não penso duas vezes em arrumar umas galinhas para soltar no quintal. O duro é a prefeitura que não deixa criar, mas prefiro correr o risco de multa do que minha ser picada.
Não sou especialista em nada, mas sei que é difícil matar escorpião com veneno. É manter o quintal limpo, evitar acumular entulho, madeira, etc.
 
Jean Carlos dos Santos em 31/10/2011 11:19:00
Moro no bairro Monte Castelo, a algum tempo atrás eu tinha terminado de limpar o meu apartamento tinha deixado o ralo do banheiro aberto, quando entrei no banheiro fiquei desesperada o banheiro estava cheio de escorpiões, tinha na parede, no teto e no chão. Eu e meu marido matamos todos e detetizamos o apartamento e nunca mais deixei o ralo aberto e o nosso bairro é do lado do São Francisco.
 
Ana Paula da Silva Santos em 31/10/2011 10:52:31
Afinal quando vai ter uma orientaçao maior para os moradores
 
Nivaldo mota em 31/10/2011 10:25:16
Ano passado matamos 3 escorpiões aqui em casa. Esse ano foram 2. Pagamos pela desinsetização, mas pensamos que o problema pode ser combatido no sistema de esgoto e água pluvial da cidade.
 
Priscila Baggio em 31/10/2011 09:50:20
Moro em um apto. no centro da cidade, é já encontrei por várias vezes escorpiões amarelo dentro de casa. Sempre limpo a casa com água sanitária. Fico preocupada e com medo.
 
marycleis silveira em 31/10/2011 09:43:39
É muito preocupante! Passaram-se mais de 3 horas para se ministrar um soro... Inadmissível. Os envolvidos (SAMU, BOMBEIRO e população) devem ser informados claramente sobre o que fazer em caso de acidentes do tipo! Lamentável! Realmente necessário uma nova postura dos orgaos de saúde pública frente ao problema! Até hoje não sabia sobre o CIVITOX! Deveria ser mais divulgado!!
 
Sueili Rocha em 31/10/2011 08:41:19
O que devo fazer se for picado e como se prevenir deles?
 
PETER DANIEL REES JUNIOR em 31/10/2011 08:34:22
- Meu caro Jackson, não espere muito da detização, principalmente quande se trata de inseticida vencido
 
jose ortiz primo em 31/10/2011 08:00:02
Toda vez e preciso uma pessoa inocente para mudar os procedimentos ate quando isso vai ocorrer no nosso pais!!
 
PAULO ALVES em 31/10/2011 07:59:07
A meu ver houve sim negligência no atendimento,ao falar a idade da criança teria que ter sido tomada as providências mais urgentes
 
claudina gomes de aguiar em 31/10/2011 07:53:41
Também moro no Coophafé e já matei vários escorpiões amarelo, só num dia matei três e inclusive recolhi para enviar ao CCZ.Estou bastante assustada, procuro manter a casa sempre limpa. Estou muito preocupada com o constante aparecimento deste bicho pois temos crianças em casa.
 
Sheila Cavalheiro em 31/10/2011 06:30:44
só depois que morre eles correm atras
 
mateus lima em 31/10/2011 05:59:21
Moro no bairro Coophafé e já matei 5 escorpiões amarelos do tipo menor dentro de casa.
Um estava menos de meio metro da minha filha quando eu ví!
Os agentes foram lá dedetizar mês passado, mas já apareceu outro...
 
Jackson Savitraz em 31/10/2011 05:51:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions