A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

19/03/2018 11:31

CCZ prevê menos cães e gatos na rua com aumento na oferta de castração

Com inauguração de novo centro-cirúrgico, capacidade para procedimentos de esterilização animal vai aumentar 60%

Anahi Zurutuza e Danielle Valentim
Da esquerda para direita o secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela, deputado estadual Márcio Fernandes e o prefeito durante a inauguração do novo centro-cirúrgico do CCZ (Foto: Marina Pacheco)Da esquerda para direita o secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela, deputado estadual Márcio Fernandes e o prefeito durante a inauguração do novo centro-cirúrgico do CCZ (Foto: Marina Pacheco)

Com novo programa de castração de animais, lançado nesta segunda-feira (19) junto com a inauguração do novo centro-cirúrgico do Centro de Controle de Zoonoses, a Prefeitura de Campo Grande espera reduzir a população de cães e gatos de rua em Campo Grande em dois anos. O CCZ, responsável pelo controle, não tem estimativa de quantos bichos abandonados existem hoje na Capital.

Com a abertura da nova sala de cirurgias, a capacidade mensal de cirurgias de esterilização no CCZ vai aumentar 60% - de 500 animais, cerca de 25 por dia, para 800 animais por mês no total, 40 por dia. Serão 600 vagas para castração de felinos machos por mês e 200 vagas para cães.

Além das operações na sede do CCZ, uma unidade móvel vai percorrer pelos próximos 12 meses, 12 bairros de Campo Grande, onde também serão marcadas e feitas cirurgias em gatos e cachorros. As localidades serão escolhidas pelo índice de vulnerabilidade social – bairros mais afastados, onde vivem pessoas com baixa renda e em geral, há mais animais abandonados.

O Castramóvel vai fazer cerca de 50 cirurgias por semana e ficará instalado em escolas, centros comunitários, para onde o CCZ também levará palestras de conscientização sobre a posse responsável de animais e cuidados necessários com os pets.

“Nosso trabalho não é focado só na castração, mas na conscientização das pessoas que abandonam os animais. Para que a gente tenha harmonia entre a criação dos pets e o controle da população”, explica a coordenadora do CCZ, Iara Helena Domingos.

O prefeito Marquinhos Trad (PSD), na presença do deputado estadual Márcio Fernandes e dos vereadores Francisco (PSB) e Fritz (PSD), inaugurou o novo centro-cirúrgico na manhã desta segunda-feira.

O chefe do Executivo explicou que a reforma custou cerca de R$ 1 milhão, dinheiro proveniente de emendas dos Legislativos estadual e municipal.

O prefeito destacou ainda que por enquanto, fez o que foi possível para contribuir com o programa de controle populacional de animais. “A emenda que poderia vir de 24, veio apenas de 1, o esforço que poderia ser de 29 veio apenas de 3. É por isso que algumas coisas demoram tanto a sair. Isso é tudo que eu estou podendo fazer”, cutucou.

Mais detalhes – A nova agenda de castrações será aberta nesta terça-feira (20). A cirurgia é gratuita.

Cães e gatos precisam ser entregues ao CCZ às 17h, passam pela cirurgia no início das manhãs e ficam no pós-operatório das 10h às 17h, quando recebem alta.

Sala de cirurgia tem três macas, para que três procedimentos sejam feitos simultaneamente (Foto: Marina Pacheco)Sala de cirurgia tem três macas, para que três procedimentos sejam feitos simultaneamente (Foto: Marina Pacheco)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions