A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

16/08/2013 21:56

Ciptran “esquece” acidente e motoristas esperam horas para fazer boletim

Vinícius Squinelo

Depois de acidente que envolveu três veículos no Jardim Autonomista, em Campo Grande, os motoristas ainda tiveram que esperar por horas a presença da Ciptran (Companhia Independente de Trânsito), responsável por registrar o boletim de ocorrência da batida.

Foram mais de 3 horas de espera, o que revoltou os motoristas. “É uma falta de respeito”, resumiu o jornalista Leonardo Carriço, 30 anos, dono de um dos veículos envolvidos na batida.

Sem o boletim de ocorrência não é possível acionar o seguro dos veículos, o que obrigou os envolvidos a aguardarem a chegada da Ciptran. Uma viatura do Corpo de Bombeiros também ficou “presa”, cuidando o local da batida até a chegada dos policiais.

Acidente – Luis Otávio de Souza, 20 anos, não respeitou a sinalização de “pare” e causou um acidente envolvendo três veículos na esquina das ruas Pernambuco e Autonomista, no Jardim Autonomista, em Campo Grande. O carro do jovem, um VW Gol, placas DNX-0959, acabou capotando com a batida.

Ao cruzar a esquina sem respeitar a sinalização, o Gol foi atingido pelo veículo Chevrolet Corsa, placas KUR-6554, e acabou capotando. O corsa ainda bateu de frente com um VW Tiguan, placas NRV-3005.



Apenas quero registrar que falta sim, um maior empenho do Estado em diversos setores, incluindo o trânsito – considerado um dos mais violentos do país. Concordo plenamente que muitos condutores são os culpados na violência do nosso trânsito, motivados em sua grande maioria pela imprudência.
Entretanto, o Estado tem um importante. O fato é que as vias de Campo Grande são más sinalizadas e pouco é feito para trazer benfeitorias. Enfim, apenas uma informação para esclarecer aos amigos leitores, tendo a certeza que todos nós, lutamos e queremos um trânsito melhor em nossa capital.
 
Leonardo Carriço em 19/08/2013 14:30:17
Apesar de respeitar a opinião dos senhores acima, apenas quero ratificar algumas informações. Meu veículo não foi o pivô do acidente causado na última sexta-feira (16), bem como no acontecido não houve qualquer possibilidade de retirá-lo da via, assim como os outros veículos, visto que todos os três ficaram impossibilitados mecanicamente. Outra informação importante é que houve sim, uma vítima no acidente. Prova disso é que uma jovem foi levada ao Posto de Saúde do Coronel Antonino (namorada do condutor do Gol).
 
Leonardo Carriço em 19/08/2013 14:29:51
Como eu queria que esta matéria resolvesse o problema!!! Masss não é tão simples assim, a grande verdade é que a policia está sucateada, sem viaturas desde 2008 e ainda só ano passado perdeu 15% do efetivo, com aposentadorias e evasão! Vocês sabiam que em fins de semana a pm atende tão somente 50% dos chamados? Falta gente!
 
Luiz Paulo de Souza Filho em 17/08/2013 11:05:37
Necessário se fazer conhecer sobre as regras que regem o transito, por que os motoristas devem conhecer como forma de permissão de se obter a autorização de trafegar, e a imprensa de repassar a coletividade aquilo que é previsto em lei. O Art. 178 do CTB, determina que o motorista, quando em acidente que não haver vitima tem o dever de retirar o veiculo da via, sob pena de ser notificado (infração média)
“Art. 178. Deixar o condutor, envolvido em acidente sem vítima, de adotar providências para remover o veículo do local, quando necessária tal medida para assegurar a segurança e a fluidez do trânsito:
Infração - média;
Penalidade - multa.
Provavelmente, a Ciptran estava atendendo acidente com vitimas.
* Policial Militar, Bacharel em Direito, Pós graduando Gestão em Segurança Publica.
 
Eugenio Carlos dos Passos em 17/08/2013 09:34:03
Faltou informação. Os condutores envolvidos em acidente de trânsito sem vítima tinham duas opções: #1 Registro do Boletim on-line; #2 Registro de Boletim Posterior, realizado na própria CIPTRAN. Sabemos que ninguém se envolve em acidente por que quer, mas ocorre a todo momento.
 
Eduardo Batista em 17/08/2013 08:00:05
O cara não respeita uma placa de pare e a polícia que é culpada por não atender, essa foi demais viu, aprende a dirigir meu caro!
 
Junior Ferreira em 16/08/2013 23:02:46
(continuação do comentário de que vivencia o dia a dia) Pois então a população sabe que não é permitido Dirigir sem CNH ou Dirigir Alcoolizado, mas prefere comprar o seu carro ou moto antes de passar por uma Auto Escola ou prefere ir embora dirigindo após Baladas ou até mesmo festas Familiares do que ir de Táxi ou com algum amigo que não bebeu. Simplesmente por estes motivos existe e vai existir demora em alguns atendimentos. E voltando a primeira parte existe uma ordem de atendimento para estes acidentes e pelo horário que ocorreu o do sr. jornalista foi o horário de pico onde é facilmente visto congestionamentos em CG. Infelizmente ocorrem tais problemas que não é por má vontade da Polícia pois a mesma sempre está 24h a postos independente de Frio, chuva, Calor, dia ou noite.
 
Paulo Honorato em 16/08/2013 23:01:37
Talvez o sr. Leonardo Carriço e grande parte da população não saiba que a polícia trabalha com os meios disponíveis sejam eles materiais ou humanos, houve um crescimento enorme de veículos na capital devido ao melhor poder aquisitivo e as facilidades para conseguir comprar um veículo e assim como aumentou também explodiram " os acidentes com vítimas " onde este possuem prioridade de atendimento principalmente os que possuem vítimas Graves ou até Mortes. Onde de acordo com o C. de Trânsito Brasileiro é necessário em muitos casos encaminhar as partes as delegacias inclusive o que é facilmente encontrado em CG que são os condutores NÃO HABILITADOS E ALCOOLIZADOS, desta uma simples ocorrência pode durar até 5 horas simplesmente por estes " PEQUENOS DETALHES" que a população sabe mas
 
Paulo Honorato em 16/08/2013 22:55:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions