A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

20/02/2018 09:39

Dia de chuva é de sufoco e atraso para trabalhador, de carro ou a pé

Leonardo Rocha e Mirian Machado
Muitas pessoas que vieram de ônibus reclamaram do atraso no serviço (Foto: Marcos Ermínio)Muitas pessoas que vieram de ônibus reclamaram do atraso no serviço (Foto: Marcos Ermínio)

Esta foi uma manhã mais complicada para os trabalhadores que estavam a caminho do trabalho. Trânsito lento, semáforos com problema atrapalharam a ida de quem estava de carro. E para quem não estava, enfrentar o aguaceiro no ponto de ônibus não foi nada fácil.

O vendedor Daniel Wesley Soares, de 32 anos, reclamou que a chuva atrapalhou muito o trânsito que ele pegou para ir de sua casa até o serviço. "Quando chove o pessoal não sabe dirigir e anda muito devagar, atrasa todo mundo". Ele se molhou um pouco, pois não anda com guarda-chuva. "O meu ônibus para na frente de onde eu trabalho, por isso não acho necessário".

A vendedora Dayane Ribeiro, 37, disse que até gosta do "clima de chuva" na cidade, pois deixa o tempo mais ameno e refresca o ambiente, no entanto também reclama do trânsito fica muito precário. "Atrasa tudo, o ônibus segue bem mais devagar e chegamos depois do horário. Além disto o pessoal não tem cuidado e joga água em quem está na rua", contou.

Olívia Paula Paniago também reclamou do "caos que fica o trânsito" e também foi vítima de um carro em alta velocidade, que jogou água nela, quando estava no ponto de ônibus. "Já estamos todos molhados, mas alguém piora a situação e ainda nos joga um pouco de barro". O Código de Trânsito prevê multa e pontos na carteira de habitação, para quem tomar esta atitude. 

Na rua Ceará, a cena nos pontos de ônibus incluia uma mãe dividindo o mesmo guarda-chuva coma  filha pequena, trabalhadores se abrigando em cima dos bancos para se proteger da enxurrada e, na esquina com a avenida Capital, o semáforo em pisca-alerta, dificuldando o tráfego dos veículos.

Chuva - Equipes da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) também estão mobilizadas e circulam pelas ruas de Campo Grande em busca de possíveis ocorrências de alagamentos e interrupções em semáforos por conta da chuva, que já ultrapassou a marca de 65 milímetros, só nesta terça-feira (20).

Sem grandes ocorrências, agentes controlam, neste momento, o fluxo de veículos na Avenida Ceará, na altura do cruzamento com a rua Capital. No local, os semáforos estão em situação intermitente e os motoristas devem ter atenção para prevenir acidentes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions