A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

30/07/2019 12:37

Esposa rebate dono de pit bulls e nega que rapaz atacado tenha atiçado cães

Sem previsão de alta, Wagner Winícius Gonçalves dos Santos, 20 anos, ferido por pit bull, não lembra de ataque

Viviane Oliveira e Mirian Machado
Com a cabeça e os braços enfaixados, Wagner se recupera de ataque no hospital (Foto: Henrique Kawaminami)Com a cabeça e os braços enfaixados, Wagner se recupera de ataque no hospital (Foto: Henrique Kawaminami)

A mulher de Wagner Winícius Gonçalves dos Santos, 20 anos, atacado por cães da raça pit bull na madrugada de domingo (28), não acredita que o rapaz tenha provocado os animais e se jogado contra o alambrado da empresa de tambores, onde estavam os cachorros. Ao ser procurado, o dono dos animais disse que, imagens de segurança mostram o rapaz se jogando contra o alambrado e atiçando os animais. O vídeo não foi divulgado. 

Acompanhando o marido na Santa Casa, a estudante Sara Danieli Ximenes, 19 anos, contou que na noite do ocorrido, Wagner havia saído com um primo de São Paulo para ir numa festa próximo ao Shopping Norte Sul Plaza, mesma região onde ocorreu o ataque. O primo continuou na festa. Já a vítima saiu sozinha do local e só foi localizada depois na Santa Casa. A família também estranha o sumiço da carteira, celular e a corrente de ouro do rapaz.

“A gente ainda não sabe o que aconteceu. Ele não se recorda de nada e ainda não consegue falar porque está com o rosto muito inchado”, disse. Wagner sofreu ferimentos graves na cabeça e nos braços. Ele foi submetido a procedimento de sutura para manter unidos a pele, os músculos e os vasos sanguíneos do braço esquerdo, pois houve ruptura de tendões. O paciente, segundo assessoria de imprensa do hospital, permanece internado pela equipe da ortopedia e cirurgia plástica e não tem previsão de alta. 

Caso -  Wagner foi atacado por dois cães da raça pit bull, por volta das 4h de domingo, na Avenida Salgado Filho, no Bairro Amambaí, próximo ao pontilhão, em Campo Grande. Conforme boletim de ocorrência, testemunhas avistaram os cachorros que pertencem a uma empresa de tambores atacando e arrastando a vítima na calçada, quando afastaram os animais jogando veículos para cima deles e acionaram o Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

À reportagem, o proprietário da empresa de tambores, onde vivem os cachorros, disse que o ataque foi gravado por câmeras de segurança. Ele contou que as imagens mostram quando o rapaz aparentemente bêbado se aproxima e começa a se jogar no alambrado atiçando os cachorros. Até que, um dos animais, consegue romper a tela de proteção e escapar. 

Após lançar maconha na Máxima, dupla é perseguida e presa pela polícia
Dois homens, de 27 e 29 anos, foram presos nesta segunda-feira (14) após jogarem tabletes de maconha por cima do muro do presídio de segurança máxima...
Adolescente de 16 anos é apreendido com 95 papelotes de droga no Tiradentes
Um adolescente, de apenas 16 anos, foi preso ao ser flagrado com 95 papelotes de cocaína no Bairro Tiradentes, em Campo Grande. Os policiais civis d...


Olá...vamos conversar sobre o PITBUILL. Sou advogado e jornalista. Estudo este animal desde 1998. Tenho um blog: PITBULLEUMAAMEACA. VAmos fazer um contraponto com alguém que defenda o animal. Só marcar como, onde e quando.
 
André Guilherme Bottura Portocarrero em 01/08/2019 11:01:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions