A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/11/2011 20:40

Menino mordido por pit bull afirma que cão só queria brincar

Paula Maciulevicius

Criança está em casa desde segunda-feira, quando teve alta na Santa Casa

Criança mostra os machucados. Ao fundo, pit bull que continua na casa. (Foto: João Garrigó)Criança mostra os machucados. Ao fundo, pit bull que continua na casa. (Foto: João Garrigó)

Quem vê o menino Elder Kariel Paiva Vaz, 6 anos, sorridente e exibindo os pontos nem acredita que ele estava internado na Santa Casa até segunda-feira, depois de ser mordido pelo cachorro da própria casa, da raça pit bull.

“Ele só queria brincar”, fala a criança.

Acompanhado da mãe, Ângela Maria Vieira, 40 anos, Kariel havia acabado de chegar do posto de saúde, foi tomar a segunda dose da vacina antirrábica.

“A Sesau tem vindo, já veio hoje para acompanhar o cachorro. Vê se ele não tem nenhuma alteração”, relata Ângela.

O cachorro continua na casa até por recomendação da Sesau, que precisa observar 10 dias a partir do incidente. “Tander”, como chama o pit bull estava tranquilo, mal latiu quando o Campo Grande News chegou à casa, no bairro Paulo Coelho Machado.

Quem não parava era o menino, com alegria de criança ele não se dá conta do perigo que correu. “Ele só estava me lambendo, aí começaram a gritar, chutar o portão, e ele começou a morder”, descreve a criança.

“Se fosse para me morder, ele arrancava meu braço”, mostra Kariel.

Com pontos no braço esquerdo, barriga e pé esquerdo, Kariel diz que agora ficou com medo do cachorro. “Eu tenho medo zerinho, assim”, mostra com a mãozinha.

A família ainda não sabe o que fazer com o animal. O pai da criança pretende doá-lo, mas a madrasta quer manter o cachorro em casa.

“Eu fico com dó porque cachorro é irracional, ele não tem culpa”, fala Ângela.

“Tander” tem história para contar, fatos que não se resumem apenas ao ataque. Ele já foi roubado da casa e foi parar no Cepol (Centro de Polícia Especializado).

O pit bull veio para a família depois que eles foram assaltados sete vezes. “Aí nunca mais fomos roubados. Roubaram ele uma vez. Mas ele é dócil, nunca botou uma pata para fora, não é de latir, de fazer escândalo”, acrescenta a madrasta.

Caso - A criança foi mordida pelo próprio cachorro na tarde de sexta-feira, no bairro Paulo Coelho Machado. Os bombeiros foram acionados por volta das 16h e realizaram todos os atendimentos.

A família conta que pegou o cachorro como segurança, depois de ter a casa assaltada por sete vezes. “Tander” estava na casa desde filhote, há dois anos.



Concordo plenamente com a Sra. Maria Zilar. Gente sem conhecimento, só fala bobagem! E é como o próprio garoto disse, se o cão quisesse mesmo morder tinha arrancado o braço dele. Mais conhecimento, menos ignorência meus senhores!
 
Antonio Carlos Azuaga em 30/11/2011 12:18:14
Essa raça de cão deveria ser exterminado da terra!Esse bicho é traiçoeiro, deve-se zelar e valorizar a vida do ser humano,muitos estão dando mais valor a um ser irracional,violento e sanguinário do que ao ser humano!!FIM DESSA RAÇA IMUNDA DE PIT BULL.
 
william rocha em 30/11/2011 12:11:29
A madrasta não quer se livrar do cão? Sei...
 
Mariana Pontes Arguelho em 30/11/2011 12:10:46
JAMAIS DISFAÇA DE SEU ANIMAL ELE TBM TEM SENTIMETOS!!QUEM NUNCA TEVE SEUS MOMENTOS DE FÚRIA Q ATIRE A PRIMEIRA PEDRA.........
 
nida lima em 30/11/2011 11:38:38
"... O pai da criança pretende doá-lo, mas a madrasta quer manter o cachorro em casa." Não é a toa que se chama de madrasta. Espero que o pai faça valer sua opinião e opte pelo amor ao filho. Se quiser, por R$ 3,00 (três reais) resolvo essa parada.
 
Fernando Silva em 30/11/2011 11:13:10
Coitadinha da Madrasta....ne ? Tem mais amor pelo cachorro que quase matou a crianca do que pelo Enteado...Isso e por que nao e o filho dela e sim do seu marido...
Que coisa feia!... e voce, mae dessa crianca ainda vai continuar confiando ?
 
Vera Lucia Dias em 30/11/2011 10:32:22
Q bom q está bem,espero q o pai da criança tome essa atitude de dar o animal,docio ele ñ é,se fosse não teria atacado,essa raça foi criada pra matar,quando se tem criança,ñ é recomendado ter essa raça, admiro essa madrasta de defender e querer continuar com o bicho,ñ é o filho dela mesmo q foi atacado,realmente é fácil achar natural o comportamento do animal.Deus proteja esse criança dessas feras!
 
Suelen Souza em 30/11/2011 10:11:03
E que o cachorro é forte mesmo, qualquer mordidinha dele faz isso mesmo, ele queria só brincar. Acho que ele não queria machucar o menino não, o unico jeito de ele brincar é assim, também tenho cachorro e o meu e deste jeito também, o meu só não é igual esse PitBul, mas ele brinca desse modo também.
 
jose carlos em 30/11/2011 09:39:46
Viu, o bichinho só queria brincar, o problema é que todos estao sendo influenciados a respeito da raça pitbull, tenho um da mesma raça e ele é tão maravilhoso como os cães de outras raças, a diferença é que ele tem mais força, mas o cachorro reflete ao seu dono, e ataques como esse podem acontecer com cães de todas as raças.
 
Kamylla Santos em 30/11/2011 09:35:17
Como eu disse anteriormente na primeira reportagem, a culpa NÃO É DO CÃO e sim desses imbecis que se acham mais inteligentes e instintivos que o o animal, como vemos o próprio garoto afirma que o cão estava brincando, eu tenho dois cães de porte grande que brincam latindo e mordendo o tempo todo, e nunca me atacaram, falo por experiência própria de quem inclusive ja criou Pit bull.
 
Oswaldo Benites em 30/11/2011 08:51:22
Para lembrar (mais uma vez) às pessoas sem conhecimento de cães, o pitt bul não nasce agressivo, mas sim geneticamente, com massa muscular mais desenvolvida e forte. Uma curiosidade, o rottweiler (302kg) tem a mordida muito mais forte do que a American Pit Bull Terrier, que é apenas 107kg. Menos ignorância e preconceito e mais conhecimento. Respeitem seus animais, ñ são máquinas de matar.
 
Maria Zilar em 30/11/2011 08:46:14
ela quer ficar com o cão por que não é o filho dela, sera que quando ele atacar ela e arrancar
a perna dela como já teve caso ai sim ela vai dar um jeito .
 
ANA CARLA HOLANDA TIAGO em 30/11/2011 08:45:32
Madrasta e o cão mesmo!!
 
Gracyella Ortiz em 30/11/2011 08:43:22
Este cão demonstra claramente sinais de estresse. Qualquer animal que é mantido privado de liberdade e espaço passa por situações traumáticas. O menino tem razão, mas a família não deve abusar. O cão pode tranquilamente continuar na casa, no entanto, precisa de espaço, deixar amarrado e não leva-lo para passear é uma má ideia.
 
Maria Zilar em 30/11/2011 08:39:25
filho deus te deu uma chance manda esse criminoso para que eles leven logo pode ser tarde despois
 
vanderlei marques em 30/11/2011 08:04:56
Coitada desta criança ela não sabe o que fala, quase morreu.
 
JOSE ANTONIO em 30/11/2011 01:27:11
cautela e caldo de galinha não faz mal a ninguém. Melhor prevenir do que remediar.
 
paulo cesar rebelo em 29/11/2011 09:35:33
por um forte estresse.
Procurem, evitar brincadeiras agressivas com o Tander. Afinal, o animal é iracional.
Pelo visto, o segurança da casa(Pitbull) esta bem, aposto para o trabalho.
Boa Sorte a todos.
 
neyde de oliveira em 29/11/2011 08:57:55
Que ótimo, que o garotão esta bem.
Criança é sempre pura, transparente não tem a maldade de muitos adultos. Realmente, se o animal tivesse atacado com fúria, as consequencias teriam sido piores.
Espero que o proprietário do animal tenha bom senso, não exterminando o animal como um objeto. Por outro lado, redobre atenção, faça passeios diários com o bichinho, o mesmo também poderá estar passando
 
neyde de oliveira em 29/11/2011 08:54:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions