A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/08/2013 10:18

Moradores da favela Cidade de Deus protestam na Prefeitura e exigem moradia

Luciana Brazil e Aliny Mary Dias
Moradores da favela exigem moradias e pedem para falar com prefeito. Imagem flagra momento em que viatura da polícia chega ao local. (Fotos:Marcos Ermínio)Moradores da favela exigem moradias e pedem para falar com prefeito. Imagem flagra momento em que viatura da polícia chega ao local. (Fotos:Marcos Ermínio)
Cadastro dos moradores já começou a ser feito para subido ao gabinete.Cadastro dos moradores já começou a ser feito para subido ao gabinete.

Pelo menos 60 manifestantes, moradores da favela Cidade de Deus, em Campo Grande, estão na Prefeitura reivindicando moradia para cerca de 600 famílias que vivem nos barracos da favela.

Os manifestantes estão em frente ao prédio, com cartazes, gritando palavras de ordem e exigindo uma reunião com o prefeito Alcides Bernal (PP). Há pouco, a informação é que o prefeito receberá o grupo em seu gabinete. O cadastro rotineiro para ter acesso ao gabinete já está sendo feito com os 60 moradores.

O policiamento foi reforçado pela Guarda Municipal e também por agentes da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito).

Pelo menos 40 policiais da Guarda acompanham o grupo na entrada ao prédio.

A maioria afirma que Bernal prometeu moradia às famílias que vivem nos barracos, mas até agora não teria cumprido a promessa.

No último sábado (17), um incêndio, ainda de causas desconhecidas, destruiu um barraco na favela. Os moradores se revoltaram com o drama da família e prometeram protestar em frente à Prefeitura.

Um dos principais pontos do protesto é contra a demora nos procedimentos de cadastro da Emha (Agência Municipal de Habitação). “Nós estamos tentando falar com o prefeito desde janeiro. Tenho cadastro na Emha há 10 anos até hoje não tenho casa. Tem gente que tem cadastro há mais tempo”, reclamou um dos moradores, Marcos Roberto, 36 anos.

“Há quatro meses montei um barraco porque não agüentei pagar aluguel. Tenho cadastro na Emha há quatro anos”, disparou Greicieli Vitor, 23 anos.

Os manifestantes alugaram um ônibus para levá-los até a Prefeitura. “Cada um pagou R$ 5”, contou Marcos.

Policiamento foi reforçado em frente ao prédio da Prefeitura.Policiamento foi reforçado em frente ao prédio da Prefeitura.
Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Está mais fácil morar debaixo da ponte, do que conseguir a casa da emha ou da gehab!!
 
Gleiciane alves vitorio em 30/12/2013 21:58:04
olha aqui meus queridos ivone e claudinei e elias vem aqui nos barracos so um pouquinho passar um pouco do que a gente passa fala e facio o dificio e ser eu e todos aqui
 
denise lima em 23/08/2013 12:17:38
garanto q foi nois mesmo q pagamos o onibus não temos ajuda de vereador e nem de deputado isso eu posso garantir pra vcs se vcs falam tao mal da gente assim vem aqui passar um pouco do que a gente passa antes de vcs falar passar friu aguentar tanta humilhaçao das pessoas e tanbem se a gente tivesse tanto dinheiro para pagar antena a gente nao colocaria nosso filhos de baixo de lona so pra faser bunito pra ficar inplorando casa
 
denise campos em 20/08/2013 14:18:47
essas pessoas q nao tem oque falar invés de vim passar um pouco do sofrimento q a gente passa aqui devia nos ajudar e sentir na pele como e bom morar de baixo lona vem aqui passar um dia sim tem muitos q se aproveitam pra pegar casas e vender mas muitos támbem necessita de moradia tem muitas crianças deficiente e recém nascidos pesse um pouco antes de falar mal das pessoas q realmente precisam ponha a mao na conciensia
 
denise lima em 20/08/2013 14:11:19
O incrível é que, quem trabalha honestamente, não consegue tirar uma casa e esse povo que vive nesses lugares, tiram casa a cada temporada. Pegam a chave e depois vendem por qualquer 3 ou 5 mil... Não conheço um morador de favela que tenha tirado uma casa da emha e que ainda continue morando nela. Eu tenho minha inscrição há mais de 15 anos, tenho renda comprovada, e nunca consegui ser contemplada com uma casa.
 
Ivone Arguelho em 19/08/2013 12:59:39
ENGRAÇADO NAO TEM DINHEIRO PARA PAGAR ALUGUEL POREM QUANDO ENTREGARAM AS OUTRAS CASAS TEM ANTENA DE TV POR ASSINATURA EM TODOS OS TELHADOS ENGRAÇADO NÉ
 
CLAUDINEI BRAZ DE LIMA em 19/08/2013 10:58:21
GARANTO QUE NÃO FOI ESSES MANIFESTANTES QUE ALUGARAM ESSE ÔNUBUS PARA O DESLOCAMENTO ATÉ AO PAÇO MUNICIPAL!!!,
 
Elias Maltezo em 19/08/2013 10:38:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions