A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

27/12/2017 10:00

Prefeitura anuncia cronograma de obras para 2018 e pontua prioridades

Programação prevê revitalização da 14 de Junho, Rio Anhanduí, novas frentes de pavimentação e a construção de 300 casas na área central

Paulo Nonato de Souza
Cronograma de obras da prefeitura diz que o controle de enchentes no Rio Anhanduí está entre as prioridades de 2018 (Foto: Arquivo)Cronograma de obras da prefeitura diz que o controle de enchentes no Rio Anhanduí está entre as prioridades de 2018 (Foto: Arquivo)

Campo Grande será um canteiro de obras em 2018. Pelo menos é o que diz a programação da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, divulgada nesta quarta-feira (27) com o anúncio de que já a partir do primeiro trimestre a prefeitura iniciará a revitalização da Rua 14 de Junho, do Rio Anhanduí, novas frentes de pavimentação e a construção de 300 unidades habitacionais na área central.

De acordo com nota da Sisep, os recursos para as obras estavam travados em Brasília e foram liberados pela atual administração, que em 2018 poderá executar projetos considerados importantes para Campo Grande.

“São ações que atenderão a área central e os bairros com frentes de pavimentação, obras de controle de enchentes no Rio Anhanduí, no Bairro Cidade Morena, controle de erosão no Córrego Gameleira e parques lineares do Balsamo e Segredo”, disse o secretário municipal de Infraestrutura, Rudi Fiorese.

Pelo cronograma de obras, a Rua 14 de Julho, via mais tradicional da cidade, além do recapeamento, terá uma nova configuração urbanística, com o enterramento das redes de energia elétrica, telefonia, padronização de calçadas, ampliação do espaço reservado ao pedestre. A rua terá novo paisagismo com arborização.

Secretaria Municipal de Infraestrutura anunciou novas frentes de pavimentação e drenagem em bairros com investimento de R$ 280 milhões (Foto: Sisep/Divulgação)Secretaria Municipal de Infraestrutura anunciou novas frentes de pavimentação e drenagem em bairros com investimento de R$ 280 milhões (Foto: Sisep/Divulgação)

Segundo Fioresi, também está na programação, já para o primeiro trimestre de 2018, o início das obras de revitalização e controle de enchentes do Rio Anhandui, trecho entre as ruas Santa Adélia e Aquário. O investimento de R$ 48,4 milhões inclui intervenção no canal do rio, com reconstrução de talude e reconformação das margens destruídas pela erosão, e recapeamento da Avenida Ernesto Geisel, uma via importante que margeia o rio.

Outra prioridade para o ano que vem, diz o secretário, será a licitação de novas frentes de pavimentação e drenagem em bairros contemplados com aproximadamente R$ 280 milhões do PAC de Pavimentação.

A previsão é de que sejam licitadas a segunda etapa das obras de asfalto do Complexo Nova Lima (Etapa B), orçada em R$ 46,4 milhões, fora os aditivos, José Tavares (R$ 13,7 milhões), Jardim Anache (R$ 7,8 milhões), além do Nova Campo Grande (Etapa A), orçada em R$ 39,1 milhões, e a pavimentação dos bairros Jardim Inápolis e Barra da Tijuca com recursos do Ministério das Cidades.

Também está programada a retomada e conclusão de obras de uma escola no Jardim das Nações, Ceinfs (Centros de Educação Infantil) e Unidades Básicas de Saúde. No primeiro trimestre de 2018 deve ser entregue uma escola no Jardim Varanda do Campo; Ceinfs do Jardim Centenário; Noroeste; Vespasiano Martins e Nascente do Segredo; além das UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família), no Oliveira e Vila Cox. Em 2017 foram entregues o Ceinf do Tijuca e a UBSF do Sírio Libanês.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions