A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

13/07/2016 16:21

Professora que teve rosto atingido por lata de cerveja irá depor na sexta-feira

Amanda Bogo
Foto foi tirada logo após mulher ser atingida pela lata de cerveja arremessada pelo empresário  (Foto: Reprodução/ Facebook)Foto foi tirada logo após mulher ser atingida pela lata de cerveja arremessada pelo empresário (Foto: Reprodução/ Facebook)

A professora que foi atingida por uma lata de cerveja, arremessada por um empresário durante uma confusão de trânsito no dia 8, em Campo Grande, será ouvida na próxima sexta-feira (15) às 14:30 horas na 5ª DP (Delegacia de Polícia).

O depoimento da mulher estava agendado para a terça-feira (12), mas houveram imprevistos que fizeram com que a oitiva precisou ser reagendada para o fim da semana. A polícia agora aguarda a declaração da mulher e o laudo do exame de lesão corporal feito por ela para saber a gravidade da situação dos ferimentos, para então o caso ser encaminhado ao Fórum da Capital.

Silvio Pereira José Terceiro,40, foi ouvido na segunda-feira (11). Segundo o delegado responsável pelo caso, Daniel Rodrigues da Silva, o homem disse não estar bêbado, mas que havia consumido uma pequena quantidade de bebida alcóolica. A versão contrariou a dada pelo advogado de defesa, José Roberto Rodrigues, dada a imprensa durante a chegada do suspeito a delegacia, quando ele afirmou que seu cliente não havia bebido.

Ainda no depoimento, Silvio alegou estar enfrentando problemas psicológicos e familiares relacionados ao uso de drogas. Ele disse que aguardava no semáforo quando o carro em que a professora estava parou ao lado do veículo que dirigia, quando ela começou a proferir ofensas e xingamentos ao homem, que nervoso com a situação, jogou uma lata de cerveja para acertar o carro da mulher.

Após descartar o objeto, ele continuou seguindo seu caminho, quando no semáforo seguinte os carros se emparelharam novamente. O homem disse que a professora voltou a proferir ofensas e a afirmar que ele havia acertado seu rosto, porém não viu nenhum ferimento, tendo respondido os xingamentos e deixado o local.

A discussão aconteceu na noite de sexta-feira (8) na Avenida Ernesto Geisel próximo ao shopping Norte Sul Plaza, no bairro Taquarusso, região sul da Capital. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions