A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/01/2016 12:32

Saúde e Educação lançam campanha conjunta contra o Aedes aegypti

Natalia Yahn
Servidores receberam informações sobre campanha na Sala de Situação, na quinta-feira (28). (Foto: Divulgação)Servidores receberam informações sobre campanha na "Sala de Situação", na quinta-feira (28). (Foto: Divulgação)

A SED (Secretaria de Estado de Educação) lança na segunda-feira (1°) a campanha “Vamos apagar o mosquito”, contra o Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya.

A ação vai auxiliar a combater possíveis focos de proliferação do mosquito nos prédios da Secretaria e também nas escolas estaduais em Campo Grande e no interior.

"Vamos identificar e acabar com os possíveis criadouros no mosquito, começando na SED e depois expandindo para as escolas e os outros órgãos do Parque dos Poderes", disse Josimário Teotônio Derbli da Silva, secretário-adjunto de Estado de Educação.

Na tarde de ontem (28), equipes da SED e da SES (Secretaria de Estado de Saúde) estiveram na “Sala de Situação”, criada pelo Governo do Estado para combater o Aedes, onde receberam informações sobre a campanha. “Contamos com a SED para a mobilização das escolas, de alunos, associação de pais e o entorno da escola", explicou a coordenadora da Sala, Maria de Fátima Chead.

Mato Grosso do Sul registrou, nas três primeiras semanas deste ano, 8.269 casos de suspeita de dengue, as chamadas notificações, o que significa 359,5 a cada dia. Somente entre os dias 17 e 23 deste mês foram 2.133, de acordo com dados divulgados na quarta-feira (27) pela SES.

O ano letivo dos estudantes matriculados na Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul (REE), nos 79 municípios, começa somente no dia 29 de fevereiro. Enquanto isso as ações serão realizadas nas escolas, mas sem a participação dos estudantes.

*Com informações SED



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions