A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

25/05/2016 15:17

Saúde pede 100 mil comprimidos de remédio contra gripe, mas recebe 500

João Humberto e Alberto Dias
Secretário-adjunto de Saúde da prefeitura ressaltou que envio dos comprimidos será fracionado (Foto: Alcides Neto)Secretário-adjunto de Saúde da prefeitura ressaltou que envio dos comprimidos será fracionado (Foto: Alcides Neto)

De um total de 100 mil comprimidos de Tamiflu, medicamento usado no tratamento da H1N1 – gripe A ou gripe suína –, solicitados pela Prefeitura de Campo Grande ao Ministério da Saúde, apenas 500 foram fornecidos até o momento. A informação foi dada nesta quarta-feira (25) pelo secretário-adjunto municipal de Saúde, Victor Rocha, durante solenidade para a retomada de 44 obras paradas.

Segundo Victor, o envio dos comprimidos será gradativo e não há previsão de uma data limite para o encaminhamento total da quantidade solicitada. O comprimido é usado no tratamento da gripe A e em casos em que há suspeita da doença como o da menina de oito anos que está internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa desde domingo (22).

A garota estuda na Escola Municipal Consulesa Margarida Maksoud Trad, bairro Estrela Dalva, cujas aulas estão suspensas pela prefeitura até a próxima segunda-feira (30). Ela permanece em estado grave e o resultado oficial dos exames será divulgado hoje.

Na Santa Casa de Campo Grande, por exemplo, nove pacientes já aguardam os resultados há mais de três dias e somente no início desta manhã foi colhido material de outros seis para análise.

Quando há evidência clínica da doença, o tratamento ocorre independentemente do exame, uma vez que para reverter o quadro o Tamiflu deve ser administrado nas primeiras 48 horas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions