A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019

04/06/2019 14:18

Serial killer "Nando" volta a júri por estrangulamento de jovem há 3 anos

Junto a Luis Alves serão julgados os comparsas Wagner e Ariane acusados de participar do homicídio

Danielle Valentim

O serial killer Luiz Alves Martins Filho, o Nando, e os comparsas Wagner Vieira Garcia e Ariane de Souza Gonçalves serão julgados nesta quarta-feira (5) pelo assassinato de Alex da Silva Santos, de 18 anos, mediante emboscada e estrangulamento, em 2016. O julgamento será no plenário do júri, a partir das 8 horas.

Conforme o processo, o fato aconteceu há três anos na Rua dos Astronautas, no Jardim Veraneio, próximo ao bairro Danúbio Azul, em Campo Grande. O local foi alvo de várias investigações policiais, devido ao grande número de denúncias de exploração sexual e tráfico de drogas, que evoluíram na localização de ossadas humanas ocultadas e prática de homicídios dolosos na região.

“Nando” teria matado Alex por vingança, depois de ser furtado. Com uma correia de máquina de lavar roupas, o Luiz estrangulou Alex até a morte, junto a Wagner e Ariane.

No dia do crime, os acusados atraíram a vítima até o local, sobre o pretexto de usarem drogas. Amarraram Alex pelas pernas, golpeando com caibro de madeira na cabeça e impossibilitando qualquer defesa da vítima, enterraram o corpo em uma cova.

Wagner auxiliou “Nando” sob recompensa de receber uma quantidade de pasta base de cocaína. Já Ariane ajudou no crime para se vingar de agressões sofridas por Alex.

Diante dos fatos, a acusação pronunciou “Nando” e Wagner por homicídio por motivo torpe e ocultação de cadáver. Já Ariana foi pronunciada por todos os crimes descrito acima, exceto no delito de ocultação de cadáver.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions