A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

13/01/2008 15:43

Chuva danifica obra de barragem contra enchente no Sóter

Redação

A chuva deste sábado (12 de janeiro) provocou mais um prejuízo nas obras que estão sendo feitas em Campo Grande justamente para controlar os efeitos das enchentes. Dessa vez, foi em uma das três barragens que estão sendo construídas ao longo do córrego Prosa, na Avenida Via Parque, consideradas essenciais para as intervenções que as empreiteiras contratadas pela prefeitura vêm fazendo desde setembro, com vistas a minimizar os problemas que ocorrem na cidade a cada vez que chove. Na segunda barragem, que está para ser concluída, a mais próxima da avenida Mato Grosso, a água levou um barranco e junto com ele uma montanha de pedras que haviam sido colocadas para a fase final da obra. Elas fariam a compactação da lateral do barranco, para servir de sustentação à estrutura.

A reportagem do Campo Grande News apurou no local que haviam sido colocadasl dezoito caminhões de pedra. Nesta domingo, era possível ver apenas uma parte dela. A terra foi levada pelas águas em sua maioria. Na obra, havia um funcionário apenas.

Não é o primeiro prejuízo com chuvas que ocorre nas obras para conter enchentes. Em quase todos os trechos onde estão ocorrendo intervenções, algum tipo de estrago decorrente do efeito das águas já foi identificado.

Na avenida Fernando Correa da Costa, no trecho próximo à rua Padre João Cripa, a empreiteira responsável precisou adotar uma solução provisória para que a lateral do córrego, onde está o gabião (rede com pedras colocada para ajudar a conter as águas). No local, foi jogado concreto misturado à pedra, enquanto a obra definitiva não chega até lá.

Essenciais - As barragens que estão em construção na Via Parque são parte essencial no projeto da prefeitura de contenção de enchentes, uma vez que boa parte dos problemas que a cidade tem enfrentado com alagamentos são atribuídos à crescente e rápida impermeabilização da região ao redor do Córrego Sóter, diminuindo a absorção pelo solo e fazendo com a água pare no córrego e, no fim das contas, desemboque nos córregos Prosa e Anhanduí.

São três barragens. A primeira já está pronta, mais próxima do Parque do Sóter. A do meio não começou a ser construída. A segunda em construção, que já estava em fase final, é a que teve o barranco desmoronado hoje.

Quando elas estiverem concluídas a expectativa é que segurem a água da chuva por 15 minutos, para dar tempo de escoamento, segundo informação já repassada pelo secretário de Obras do município, João Antônio De Marco. Neste domingo, ele não foi encontrado por telefone para comentar o estrago feito pela chuva de sábado. A previsão da prefeitura é que as obras anti-enchente fiquem prontas até março, pelo menos nos pontos críticos, se a chuva deixar.

(Colaborou Adriano Hany)

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions