A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/12/2013 11:01

Familiares de adolescente morta fazem protesto na porta de escola

Graziela Rezende e Francisco Júnior

De familiares a colegas da escola e até aqueles que apenas se sensibilizaram com a história, cem pessoas se reuniram na noite de ontem (12), em frente a escola Estadual José Ferreira Barbosa, na Vila Bordon, em Campo Grande. A intenção era homenagear Luana Vieira Gregório, morta após uma briga em frente ao local e também pedir Justiça no caso, três meses após as responsáveis continuarem em liberdade.

“Nós permanecemos lá até as 19h30, após fazer um percurso na Vila Bordon e no bairro Santa Mônica, onde as assassinas moravam. Depois, passamos na frente da casa onde a Luana residia e fizemos uma homenagem para ela, soltando balões brancos pela paz e por outro lado pedindo Justiça no caso”, afirma a tia da vítima, Jane Cristina Gimenez Gregório, 32 anos.

Ontem, conforme a tia, Luana completaria 16 anos. “Nós aproveitamos para seguir cantando as músicas que ela mais gostava, como Valeu Amigo, Pra te Fazer Lembrar e Ninguém Podia Prever. Consideramos uma afronta as responsáveis continuarem soltas e ainda fazendo postagens sobre o crime nas redes sociais”, fala Gregório.

Crime – Luana foi esfaqueada no dia 11 de setembro, na saída da escola, na Vila Bordon. Ela se envolveu em uma briga e acabou ferida por outra menina da mesma idade, que contou com a ajuda da Dafni Alves de Lima, a Tuty, 18 anos, para cometer o crime.

Esse caso ganhou repercussão nacional após divulgação de um vídeo que mostra o momento em que a vítima é golpeada.

Menina que matou Luana presta novo depoimento e Polícia verifica ligações
Um novo depoimento da adolescente que esfaqueou Luana Vieira Gregório, 15 anos, no dia 11 de setembro, em Campo Grande, além de extratos telefônicos ...
Moradores protestam contra liberdade de garota que matou Luana
Moradores e estudantes da escola estadual José Ferreira Barbosa, na Vila Bordon, em Campo Grande, protestaram no final da tarde de hoje (18) contra a...
“Ela está me chamando para o boxe”, disse garota antes de matar Luana
A mensagem da adolescente de 16 anos, que esfaqueou Luana Vieira Gregório, 15 anos, horas antes da briga que culminou na morte da estudante, na quart...


pelas imagens que passaram na televisão na época do acontecido, percebemos que a Luana sem nenhuma piedade alguma atinge a inimiga com um chute no rosto, que esta de joelhos no chão, uma covardia, uma brutalidade, o que ela esperava de revanche.
 
renato marin em 13/12/2013 12:28:46
É TARDE DEMAIS, SE OS PAIS, FOSSEM REALMENTE DE DEUS, NÃO ESTARIAM SEPARADOS, ESTARIAM REALMENTE CUIDANDO, DANDO AMOR A SUA FILHA, NÃO DEIXANDO REVOLTADA COMO ELA ERÁ, FILHOS DE PAIS E MÃES SEPARADOS, SÓ A CASA DE DEUS, PODERÁ TRILHÁ-LOS EM EXCELENTE CAMINHO, É BOM PERDOAR, MAS QUANDO ESTA VIVO, DEPOIS SÓ DEUS PODERÁ JULGÁ-LA, ACONSELHO, NÃO CASE, E SE CASAR, NÃO SE SEPARE, POIS CASOU-SE COM DEUS, E SE VIER SEPARAR, DESRESPEITANDO DEUS, O diabo VELHO PEGA, PEGA PARA O PIOR, COMO ACONTECEU, MUITA ORAÇÃO AQUI NA TERRA, CONSULTEM PASTORES E PADRES, CONFESSEM, ELES INFORMARÃO A VERDADE DE DEUS.
 
PEDRO BRAGA em 13/12/2013 11:17:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions