A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

09/06/2011 09:49

Governo demite 5 policiais, 2 presos por tráfico e um que furtou delegacia

Marta Ferreira

O governo de Estado de Mato Grosso do Sul demitiu hoje 5 servidores da área de segurança, quatro deles policiais civis e um perito papiloscopista, que atuava na função de policial. A reportagem identificou que dos 5 dispensados, 3 foram presos cometendo crimes. Dois foram flagrados traficando drogas e o terceiro foi condenado por ter furtado e vendido objetos apreendidos pela Polícia Civil, em Paranaíba, no ano de 2008.

Essa última condenação foi contra o perito papiloscopista Wander Augusto Queiroz, um dos demitidos hoje. Ele condenado em setembro do ano passado, pelo furto de dois celulares que haviam sido apreendidos pela Polícia Civil e revendidos na cidade. Na época, também sumiu da delegacia um armário contendo drogas apreendidas.

Tráfico-Outro demitido hoje, Cleber Sebastião da Silva Magalhães, foi preso em dezembro do ano passado, com 14 quilos de cocaína, em um veículo Logan preto, objeto de roubo, idêntico às viaturas descaracterizadas da corporação. A prisão foi feita pela Polícia Federal. Na residência de Cleber, os federais apreenderam duas "trouxinhas" de maconha, mais de 200 cápsulas de diversos calibres, algemas e coletes.

Cleber estava na Polícia Civil há mais de 8 anos. O segundo policial que o governo demitiu por envolvimento com o tráfico é Dalmiro Ferraz, preso em abril do ano passado, com 5 quilos de cocaína.

Ele era lotado na delegacia de Miranda. Foi flagrado após uma denúncia de envolvimento com a entrega de droga em Bodoquena.

Dalmiro foi preso em um dia de plantão. Segundo divulgado na época, ele saiu da delegacia em um veículo Fiat Pálio, de cor cinza, placas HSF-6138, Miranda (MS) e após percorrer algumas quadras, foi abordado e sobre o assoalho do veículo foram encontrados cinco quilos e 308 gramas de cocaína.

O policial também estava com um revólver Rossi Calibre 38 sem origem comprovada e em cumprimento a um mandado de busca e apreensão em sua residência já na cidade de Miranda foram encontrados mais dois revólveres, também sem procedência.

Na sequência, foi anunciado a abertura de processo administrativo disciplinar na Corregadoria-Geral da Polícia Civil, que resultou em demissão.

Os dois policiais demitidos foram Eduardo Uchoa Santos e Mário Augusto de Souza, para os quais não foram localizados processos criminais. Os decretos determinando a demissão informam que ambos descumpriram as regras disciplinares do Estatuto da Polícia Civil.



Parabéns governador André Púccinelli, e tem mais policiais que precisam ser demitido a ben di serviço público.
 
Eduardo Cristiano em 09/06/2011 12:10:31
PARABÉNS ao Governo do Estado e à Corregedoria que fez valer a ordem e mostrando a todos que a boa conduta do Policial independe de salários, ou teriamos andantes e pedintes assaltando e matando e não vemos isso. Agora devem focar para os condenados e impunes por TORTURA, e outros crimes ques estão ainda impunes escondidos atrás de distentivos e fardas nessas gloriosas e respeitadas instituições.
 
Geraldo Pereira em 09/06/2011 11:45:18
SERÁ QUE TEM MAIS??????? SEI NÃO........
 
GILMAR CANDIDO em 09/06/2011 11:29:11
POLICIAIS CIVIL DE MS tem que dar o exemplo, não interessa se ganham pouco ou não, policia é do bem se que ser bandido tem que estar fora da INSTITUIÇÃO SEGURANÇA PÚBLICA DE MS.
PARABÉNS. Temos que dar o exemplo; mas não só os investigadores e escrivães, ms também os delegados e outras autoridades de segurança pública que se envolvem com o crime organizado ou não.
Não podemos aceitar bandidos trabalhando com distintivos e nem fardados em nosso estado de ms. Também temos que ter o cuidado de não exagerarmos e punir policiais que são denunciados por pessoas de má fé, como vem acontencendo na POLÍCIA. Existem denúncias que devem ser investigadas pelas CORREGEDORIAS das policias com o cuidado de não cair em denúncia inventadas pelo PCC e por outras organizações criminosas. ABRAÇOS E PARABÉNS
 
LUIZ RODRIGUES em 09/06/2011 10:19:04
e depois querem bons salários, dizem que tem nível superior, bandido é bandido, polícia é polícia. e procurar que sai mais.
 
pablo palmeiras em 09/06/2011 03:29:24
Parabéns à Policia Civil por eliminar de sua instituição policiais bandidos...que sirva de exemplos às outras instituições.
 
Paulo Ciltrão em 09/06/2011 02:34:09
LUGAR DE BANDIDO É NO CEMITÉRIO OU NA CADEIA, NÃO PODEMOS ACEITAR ESSE TIPO DE GENTE NO MEIO DE NOSSAS POLÍCIAS, QUE ESTÃO ENTRE AS MAIS CONCEITUADA DO BRASIL, O QUE NÃO PODE É DAR OUVIDO A PESSOAS MAL INTENCIONADA QUE AS VEZES FAZEM DENUNCIA VAZIA SÓ PARA DESMORALIZAR OS NOSSOS POLICIAIS E TRABALHO DAS FORÇAS POLICIAIS.
PARABÉNS AS NOSSAS POLICIAS QUE SEMPRE TEM DADO O RETORNO ESPERADO A NOSSA SOCIEDADE.
 
JOÃO SIMOES em 09/06/2011 01:22:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions