ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  17    CAMPO GRANDE 21º

Interior

Após mortes de patos, prefeitura investiga possível envenenamento

A suspeita é de que uma rede clandestina esteja despejando esgoto no lago do parque onde os animais vivem

Por Mirian Machado | 10/01/2021 09:04
Pato registrado no lago na última semana(Foto: A Gazeta News)
Pato registrado no lago na última semana(Foto: A Gazeta News)

A Prefeitura de Amambai, há 360 km da Capital, investiga um possível envenenamento das águas do lago no parque da cidade Muriama Mascarenhas, que resultou na morte de peixes e patos que vivem no local.

Animal encontrado morto no lago (Foto:A Gazeta News)
Animal encontrado morto no lago (Foto:A Gazeta News)

O envenenamento dos animais teria ocorrido por substâncias tóxicas oriundas de ligações clandestinas de esgoto em galerias pluviais, conforme apurado pelo portal A Gazeta News.

O primeiro caso foi detectado no final de 2020 as voltou a acontecer nessa última semana. Outro pato foi encontrado morto no sábado (9) por pessoas que caminhavam pelo local.

O secretário da Secretaria Municipal de Meio Ambiente Luciney Bampi, disse em entrevista ao portal da cidade, que tomou conhecimento da situação em dezembro  e que desde então a Secretaria passou a atuar no caso, mas por conta do recesso não conseguiram identificar a real causa das mortes.

A informação inicial era de que os patos seriam removidos para um local seguro, na região do da horta municipal, até o problema ser resolvido, mas até ontem isso não havia acontecido.

Técnicos farão análise laboratorial para identificar que tipo de substância tóxica existe na água. Uma força-tarefa será feita nas próximas semanas com a Secretaria, Sanesul e PMA (Polícia Militar Ambiental) para investigar o caso.

A principal suspeita é de que redes clandestinas de residências e empresas estejam despejando esgoto no lago e assim contaminando a água do lago, que é formado pelo córrego subterrâneo que existe na cidade.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário