A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Outubro de 2019

17/04/2019 08:25

Câmeras flagraram momento em que assassino esfaqueia major em Bonito

Bruno se aproxima da Paulo que está na calçada e o esfaqueia pelas costas. A vítima cai e na sequência o rapaz foge

Viviane Oliveira
Imagem flagrou o momento em que o major foi atacada pelo assassino (Foto: reprodução/câmera de segurança) Imagem flagrou o momento em que o major foi atacada pelo assassino (Foto: reprodução/câmera de segurança)

Imagens de câmeras de segurança registraram o momento em que o pintor Bruno da Rocha, 31 anos, esfaqueia pelas costas o major da reserva do Exército e professor de Matemática, Paulo Settervall, 57 anos, na calçada do Hotel CLH Suítes. O caso aconteceu na noite do último domingo (14), na Rua da Costa Leite, no Centro de Bonito, distante 257 quilômetros de Campo Grande.

O vídeo mostra o momento em Bruno se aproxima da Paulo que está na calçada e o esfaqueia pelas costas. A vítima cai e na sequência o rapaz foge. O professor foi atingido com uma facada na região do tórax e morreu no local. Após o crime, Bruno foi para a casa, queimou as roupas que usava e fugiu. Ele foi localizado por volta das 3h da madrugada de ontem (16) escondido numa casa abandonada.

O pintor está preso na cela da delegacia e passará por audiência de custódia na Justiça nesta quarta-feira (17). Em depoimento, Bruno afirmou que cometeu o crime após o major negar um cigarro a ele. A versão do suspeito foi narrada pelo delegado Gustavo Henriques Barros, titular da delegacia, durante coletiva de imprensa, na tarde de ontem.

Conforme o delegado, após a prisão, Bruno confessou o crime e detalhou que na noite de domingo (14) discutiu com a namorada, com quem tem dois filhos, e saiu de bicicleta pelas ruas armado com uma faca atrás dela e do cunhado. No caminho, no entanto, encontrou o major fumando em frente ao hotel.

Ele parou e pediu um cigarro a vítima, que negou e ainda, na versão do suspeito, o chamou de “trombadinha”. Bruno andou mais alguns metros, deixou a bicicleta em um ponto e voltou a pé até onde Paulo estava. Aproveitando que o major estava de costa, o esfaqueou. “Ele afirmou que quando fez isso ainda disse: aqui está o trombadinha”, lembrou o delegado. Assista, abaixo, ao vídeo. A faca usada no crime foi apreendida. O corpo do professor foi sepultado ontem em Campo Grande. 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions