A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

04/05/2016 09:46

Com estiagem e frio, dengue perde força, mas já são 4.309 casos no ano

De janeiro até agora foram 2.297 casos confirmados de dengue em Dourados, mas infestação do mosquito transmissor diminuiu

Helio de Freitas, de Dourados
Com mutirões e baixa quantidade de chuva, Dourados conseguiu reduzir infestação do Aedes aegypti (Foto: Divulgação)Com mutirões e baixa quantidade de chuva, Dourados conseguiu reduzir infestação do Aedes aegypti (Foto: Divulgação)

Pela primeira vez em 2016 os casos de dengue tiveram aumento inferior a 5% de uma semana para a outra em Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande. De janeiro até ontem foram notificados 4.309 casos suspeitos da doença. Até a semana passada eram 4.174 notificações.

De acordo com o Núcleo de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, o número de casos confirmados continua aumentando, já que existe uma grande demanda de amostras ainda aguardando resultado de exames. Até ontem, 2.297 casos de dengue tinham sido confirmados neste ano em Dourados. Três pessoas já morreram em decorrência da dengue neste ano na cidade.

Os casos notificados de zica vírus e febre chikungunya – outras duas doenças transmitidas pelo mosquito da dengue – continuam estáveis há quase um mês na cidade. São 42 casos suspeitos de zica com quatro confirmações e 24 casos suspeitos de chikungunya, sem nenhuma confirmação.

De acordo com o CCZ (Centro de Controle e Zoonoses), a redução da epidemia de dengue já era esperada, já que Dourados teve uma longa estiagem de março a abril – o tempo seco diminui a proliferação do mosquito. A região também teve cinco dias de temperaturas baixas na semana passada, outro fator que limita a infestação do inseto.

Além disso, a prefeitura reforçou neste ano os mutirões de limpeza nos bairros, com apoio de voluntários e homens do Exército. Conforme o CCZ, o LIRAa (Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti), feito entre os dias 18 e 20 de abril, revelou que Dourados conseguiu baixar o índice de infestação do mosquito Aedes aegypti para 0,3% - abaixo do tolerável pela OMS (Organização Mundial de Saúde), que é de 1%.

Foi o terceiro levantamento feito para saber o índice de infestação nos bairros e área central. O primeiro, feito em janeiro, mostrou infestação de 2,1%. Em março o índice estava em 1,2% e agora caiu 0,3%.

Em 3.407 imóveis em que o levantamento foi feito em todas as regiões de Dourados, foram localizados 10 focos do mosquito. Pela classificação, no geral, a cidade está em nível “satisfatório”, segundo o CCZ.

MS é o quarto com maior número de mortes por dengue no país
Mato Grosso do Sul é o quarto Estado do país com maior número de mortes por dengue, registrando 11 óbitos e ficando atrás de Minas Gerais, São Paulo ...
Na contramão, dengue aumenta em Dourados; são 4.174 casos no ano
Nem mesmo a estiagem de 30 dias, encerrada pela chuva desta semana, foi suficiente para evitar o crescimento dos casos de dengue em Dourados, cidade ...
Notificações de dengue seguem diminuindo em Mato Grosso do Sul
O fim do verão vem confirmado o período de baixa da dengue, que vem registrando seguidas quedas semana a semana, conforme o boletim epidemiológico di...
Notificações diárias de dengue caem 71%, mas casos já somam 24,5 mil
Campo Grande registrou queda de 71% no número de notificações de dengue em dois dias, foram 233 – 116,5 casos a cada 24 horas – entre 12 e 14 de abri...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions