ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEXTA  21    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Dois são executados ao lado de creche e facção deixa recado: "daremos sangue"

Crime envolve guerra entre facções criminosas na cidade para o domínio do tráfico de drogas

Por Dayene Paz e Sidney Assis, de Sonora | 15/03/2024 12:35
Vítimas mortas na manhã desta sexdta-feira, em Sonora. (Foto: Sidney Assis, de Sonora)
Vítimas mortas na manhã desta sexdta-feira, em Sonora. (Foto: Sidney Assis, de Sonora)

Dois homens, ainda não identificados, foram assassinados ao lado de uma creche, na manhã desta sexta-feira (15), na cidade de Sonora, a 362 km de Campo Grande. O crime envolve guerra entre facções criminosas na cidade para o domínio do tráfico de drogas. Os autores ainda deixaram "recado" para outros supostos alvos.

A reportagem apurou que o barulho dos tiros assustou professores e alunos que estavam na unidade escolar, mas ninguém ficou ferido. Os alvos foram atingidos, sendo que um caiu em um gramado e outro em uma área acimentada. Ainda não há informações sobre como os autores chegaram e as circunstâncias do crime.

A Polícia Militar já está no local e aguarda a chegada da perícia e Polícia Civil. Um recado foi encontrado próximo aos corpos das vítimas: "Um recado CV MS", diz. Nele, citam nomes de supostos alvos da facção: "estamos em Sonora e daremos o sangue pela nossa luta", diz o texto.

O cartaz estava próximo ao corpo das vítimas (Foto:Divulgação)
O cartaz estava próximo ao corpo das vítimas (Foto:Divulgação)

A guerra entre as facções criminosas, PCC (Primeiro Comando da Capital) e CV (Comando Vermelho), se estende desde o ano passado. No dia 28 de fevereiro deste ano, Juvenal Santos Silva, de 62 anos, foi assassinado no lugar do genro, em um imóvel da Rua Ceará, no Jardim dos Estados, em Sonora.

Dois homens pararam em uma rua paralela, em veículo ainda não identificado. Na sequência, entraram na casa, por volta das 19h30. O alvo estava na cozinha com uma mulher fazendo janta, notou a presença de alguém e conseguiu escapar.

Os criminosos, então, dispararam contra o idoso, que estava sentado em uma cadeira de fio na varanda do imóvel. Juvenal era sogro do verdadeiro alvo e foi atingido por ao menos dois tiros, um deles na cabeça.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias