A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

11/08/2016 20:29

Governo vai asfaltar avenida destruída por chuvas no ano passado

Após oito meses, Governo assina autorização de obra que vai solucionar o problema

Nyelder Rodrigues
Cratera foi fechada, mas rua seguiu sem asfalto. Agora, moradores terão mais esse benfeitoria (Foto: Divulgação)Cratera foi fechada, mas rua seguiu sem asfalto. Agora, moradores terão mais esse benfeitoria (Foto: Divulgação)
Cratera foi aberta em dezembro de 2015 após fortes chuvas (Foto: Divulgação)Cratera foi aberta em dezembro de 2015 após fortes chuvas (Foto: Divulgação)

Será assinado nesta sexta-feira (12) pelo governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), ordem de serviço que autoriza o início das obras de pavimentação da avenida José Limeira, em Naviraí. Por causa das chuvas em dezembro do ano passado, uma enorme cratera de 15 metros de profundidade foi aberta no local, que agora será asfaltado.

A erosão acabou "dividindo" os bairros Paraíso IV e Vila Alta no período de fortes chuvas que atingiram 34 municípios da região do Conesul do Estado. A avenida não era asfaltada e, com o pavimento, ficará mais segura e levará também mais qualidade de vida aos moradores. O investimento total será de R$ 8,29 milhões.

"O município não tem condições de bancar o custo para conter uma erosão daquela proporção. Por isso pedimos ajuda. Em oito meses foi executado um serviço que nós demoraríamos pelo menos 10 anos para concluir. Tenho ido ao local da obra praticamente todos os dias e os moradores estão muito contentes", afirma o prefeito Léo Matos (PSD).

Além disso, o prefeito destacou que a ação do Governo foi determinante para resolver o problema, já que cerca de 6 mil pessoas moram na região e a cratera chegou a engolir casas e colocou em risco outras moradias, obrigando a prefeitura remover famílias do local.

Estrutura - Para reparar o local, a Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos) investiu R$ 6 milhões com sistema de drenagem e colocação de galerias de águas pluviais, além de obras de aterramento. "A reconstrução dessa erosão em oito meses mostra o empenho do Governo em ajudar a todos os sul-mato-grossenses", afirma Reinaldo.

Entre os moradores, está o pedreiro Devair Barbosa, de 50 anos. Ele vive no Jardim Paraíso."Estava em São Paulo trabalhando. Minha família estava aqui. O buraco causou transtorno para muita gente", comenta Devair, que ainda disse que não logo o dia que seja colocado asfalto no local, pois crê que a cratera se abrirá novamente se isso não acontecer.

Já o estudante Rodrigo dos Santos, 17 anos, disse que na época do "buracão" os moradores sofreram muito. "A prefeitura jogava caminhões de terra aqui, mas não adiantava. A gurizada do bairro brincava naquela vala. Dava para fazer até rapel. Agora eu vi a placa lá em cima dizendo que vai ter asfalto. Vai ser muito bom para gente", frisa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions