A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Maio de 2019

18/04/2019 14:21

Homem é preso por agarrar e beijar a força pelo menos três mulheres na rua

A Polícia Civil da cidade acredita que o número de vítimas é bem maior e que o suspeito agiu ainda em outras duas cidades

Geisy Garnes
Suspeito foi preso preventivamente e polícia procura outras vítimas (Foto: Reprodução Facebook)Suspeito foi preso preventivamente e polícia procura outras vítimas (Foto: Reprodução Facebook)

Homem de 35 anos foi preso nesta quinta-feira (18) após agarrar e beijar a força três jovens, de 12 a 22 anos, em Brasilândia – a 355 quilômetros de Campo Grande. Robson Fingolo confessou os crimes e agora a polícia procura vítimas do suspeito em pelo menos outras duas cidades.

De acordo com o delegado Thiago José Passos da Silva, titular da Delegacia de Polícia Civil de Brasilândia, os três boletins de ocorrência foram registrados na última semana. Em depoimento, as vítimas contaram que foram abordadas por um homem branco, alto e forte, agarradas e beijadas a força na rua ou em locais públicos.

Em um dos casos, o suspeito agarrou a vítima pelos cabelos e só soltou depois de ser flagrado por uma testemunha. Com as investigações, Robson foi identificado como autor dos crimes e teve a prisão preventiva por importunação pedida a justiça. O mandado foi expedido na noite de ontem, e o homem capturado pela polícia na madrugada de hoje.

Ainda conforme o delegado, em depoimento o preso indicou outras vítimas, que ainda não denunciaram o caso a polícia. A suspeita é de que Robson também tenha cometido os abusos em Bataguassu e Presidente Epitácio, município do interior de São Paulo. “A Polícia Civil solicita que as vítimas que sofreram abordagem semelhante nesta, locais que o suspeito frequentava, procurem a Polícia Civil para registro do fato”.

“É importante à identificação do número de vítimas e de todas as ações do agressor para que possamos mensurar a gravidade dos crimes e traçar o perfil do criminoso, viabilizando a repressão aos crimes cometidos e prevenção de novos delitos dessa natureza”, afirmou o delegado.

Informações sobre vítimas do criminoso podem ser fornecidas pelo WhatsApp da Polícia Civil de Brasilândia: (67) 99987 9169. O anonimato é garantido.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions