A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/02/2016 16:56

MPE quer que cidade peça ao Ministério da Saúde doses suficientes para Influenza

Caroline Maldonado

O MPE (Ministério Público Estadual) recomendou à prefeitura de Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande, que solicite ao Ministério da Saúde doses de vacina contra Influenza suficientes para atender toda população do município e estrangeiros.

A recomendação refere-se a Campanha Nacional de Vacinação que será realizada entre 7 e 20 de maio deste ano. O MPE quer que não apenas pessoas com mais de 60 anos tenham direito a vacina, mas também os trabalhadores de saúde, povos indígenas, crianças com idade entre seis meses e menores de cinco anos de idade, gestantes, mulheres que estão em até 45 dias após o parto, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

A promotora Viviane Zuffo Vargas Amaro destaca que deverá ser respeitada a prioridade do atendimento aos portadores de condições e fatores de risco, que são os citados anteriormente. A promotoria dá prazo de 10 dias para que a secretaria de Saúde de Corumbá, Dinaci Vieira Marques Ranzi, responda por escrito ao órgão se vai ou não acatar a recomendação e como isso será feito.

A assessoria de imprensa da prefeitura de Corumbá informou que a cidade nunca teve problemas com falta de doses, que são encaminhadas pelo Estado. No ano passado, sobraram doses que foram usadas para aplicação no grupo de risco. Eram, no total, 1,5 mil doses, conforme garantiu a assessoria.

Vítimas - Na segunda-feira (1º), um homem de 37 anos morreu com suspeita de Gripe A (H1N1), em Corumbá. Oderlei Ribeiro dos Santos faleceu há duas semanas no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) do Hospital Corumbaense.

O homem procurou atendimento no pronto-socorro e na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Guató, mas foi medicado e liberado. O estado de saúde de Oderlei piorou e ele foi internado no domingo (31). Agora, dois casos, um com morte, são investigados. A secretaria aguarda exames para saber se trata-se de Gripe A (H1N1).

Boletim divulgado pela SED (Secretaria de Estado de Saúde) revela que há 15 pessoas em MS internadas ou notificadas com suspeita de H1N1, H3N3 ou Influenza B. Dessas, 14 estão em Corumbá e uma em Campo Grande.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions