A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Maio de 2019

20/04/2019 17:21

Mulher que morreu atropelada por camionete na MS-156 tinha 25 anos

A vítima era indígena e morava na aldeia Bororó, na Reserva Indígena de Dourados

Adriano Fernandes
Vítima morreu antes da chegada dos bombeiros. (Foto: Reprodução/DouradosNews) Vítima morreu antes da chegada dos bombeiros. (Foto: Reprodução/DouradosNews)

Foi identificada como Marcilene Velasques, de 25 anos, a mulher atropelada por uma camionete Hilux, na noite desta sexta-feira (19) na rodovia MS-156, entre Dourados e Itaporã. A vítima era indígena e morava na aldeia Bororó, na Reserva Indígena de Dourados.

Conforme o Dourados News, o condutor do veículo é um construtor, de 37 anos, que seguia para Itaporã com a esposa e os três filhos. As informações divulgadas inicialmente pela imprensa da região, eram de que o rapaz era um pastor.

A família havia acabado de sair de uma chácara às margens da rodovia quando houve o acidente. Segundo o construtor, a vítima surgiu repentinamente no meio da rodovia de braços abertos. No local, ficaram marcas de frenagem por cerca de 50 metros, antes da batida. 

O homem acionou o Corpo de Bombeiros de Dourados, mas quando a equipe chegou ao acidente ela já estava morta. Também estiveram no local, agentes da PMR (Polícia Militar Rodoviária), peritos e policiais do 1º Distrito Policial de Dourados.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions