A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

29/01/2016 11:35

Mutirão no centro vai multar dono de imóvel com foco de Aedes aegypti

Pelo menos 160 agentes de saúde, militares do Exército e bombeiros vasculham lojas, escritórios e residências da área central

Helio de Freitas, de Dourados
Mutirão na área central de Dourados vai durar o dia todo (Foto: Divulgação)Mutirão na área central de Dourados vai durar o dia todo (Foto: Divulgação)
Agente de saúde entrega panfleto orientado sobre combate ao mosquito (Foto: Divulgação)Agente de saúde entrega panfleto orientado sobre combate ao mosquito (Foto: Divulgação)

Pelo menos 160 pessoas, entre agentes de saúde, voluntários, homens do Exército, policiais militares, bombeiros e guardas municipais vasculham nesta sexta-feira (29) lojas, escritórios e residências na área central de Dourados, a 233 km de Campo Grande. O mutirão faz parte da força-tarefa para combater o mosquito Aedes aegypti, que há duas semanas ocorre nos bairros da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul.

Neste mês, 323 casos de dengue foram notificados em Dourados, dos quais 61 foram confirmados até esta semana. A cidade também tem quatro casos suspeitos de zica vírus e seis casos de chikungunya, registrados desde o ano passado.

A coordenadora do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), Rosana Alexandre da Silva, disse que todos os donos de estabelecimentos, tanto comerciais quanto residenciais, em que forem encontrados focos do mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e zica vírus serão autuados com base em uma lei municipal e terão de pagar multa que varia de R$ 500 a R$ 800.

“Os mesmos procedimentos dos bairros serão adotados no centro, pois não podemos permitir que a área central tenha focos do mosquito”, afirmou Rosana. Segundo o CCZ, o índice de infestação de Aedes na área central é de quase 4%, ou seja, os focos estão presentes em quatro de cada cem imóveis.

A ação desta sexta, realizada com apoio da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), segue até às 17h e acontece no quadrilátero entre as ruas Eulália Pires e Mato Grosso no sentido oeste-leste e da Monte Alegre até a Cuiabá, no sentido sul-norte.
Até estabelecimentos fechados estão sendo vistoriados. Segundo o CCZ, enquanto os agentes eliminam os focos, funcionários da Secretaria de Serviços Urbanos recolhem lixo e fazem a roçada de terrenos baldios – serviço que é cobrado depois do proprietário do imóvel.

Vila Cachoeirinha – Na quarta-feira (27), a força-tarefa inspecionou quase 3.500 imóveis na Vila Cachoeirinha e bairros vizinhos, na região sul da cidade. Foram encontrados 35 focos do mosquito e emitidas 15 notificações.

Conforme a prefeitura, a equipe de serviços urbanos fez a roçada em 12 terrenos de particulares, cujos donos serão cobrados e podem pagar até R$ 1.800 pelo serviço. Neste sábado (30) o mutirão será feito de 7h até 13h na Vila Alvorada e Jardim Tropical, região oeste da cidade.

Força-tarefa inclui vistoria em estabelecimentos comerciais e limpeza (Foto: Divulgação)Força-tarefa inclui vistoria em estabelecimentos comerciais e limpeza (Foto: Divulgação)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions