A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Agosto de 2019

16/03/2019 17:12

Segunda fase de operação termina com 9 presos e 4 mortos em MS

Ação é uma continuidade às investigações da morte do policial militar Juciel Rocha Professor

Danielle Valentim
Suspeitos chegaram a ser socorridos, mas não resistiram (Foto: Direto das Ruas))Suspeitos chegaram a ser socorridos, mas não resistiram (Foto: Direto das Ruas))

A segunda fase da Operação Petra , em continuidade às investigações da morte do policial militar Juciel Rocha Professor, se encerrou com nove presos e quatro mortos, nesta sexta-feira (15). Desde a primeira ação, o objetivo é combater as facções criminosas e o tráfico de drogas em Maracaju, a 160 km de Campo Grande.

Os trabalhos foram desencadeados na manhã de ontem, com atuação das Polícias Civil e Militar de Maracaju, Defron, SIG e Força Tática de Dourados, Bope, Choque, policiais militares de Rio Brilhante, Nova Alvorada do Sul e Fátima do Sul.

Foram cumpridos 14 (quatorze) mandados de busca e apreensão expedidos pelo juízo da 1ª Vara da Comarca de Maracaju, as equipes policiais realizaram buscas nos imóveis alvos da ação nas quais foram apreendidas cinco revólveres, uma espingarda calibre .20, 96 munições de diversos calibres, 3,331 Kg de maconha, 25 gramas de cocaína e 35 gramas de crack.

Foram presos por tráfico de drogas Jovani Ruiz Freitas, 22 Anos, Robson Oliveira Silvestre, 27 Anos, Mareni da Silva Sanabre, 28 Anos, Norma Lucia Benitez, 26 Anos, Robson Oliveira Silvestre, 27 Anos e um adolescente de 16 Anos.

Gilson Branco Dos Santos, 33 anos, foi preso por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo de uso permitido. Andre Cabral Salu, 24 anos e Ivo Vieira Da Silva, 58 anos, foram presos por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito.

1ª fase - Realizada há 1 mês, no dia 15 de fevereiro, a primeira fase da operação, desencadeada por policiais civis e militares para prender envolvidos na execução de um PM na madrugada do dia 10 de fevereiro, cumpriu mandados de busca e apreensão e de prisão contra a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Na ocasião, dois suspeitos também foram mortos em confronto com a polícia. A ação ocorreu cinco dias após a morte do policial militar Juciel Rocha Professor, executado com vários tiros na cabeça numa lanchonete do município.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions