ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Suspeito de matar o próprio irmão, chefe de quadrilha é preso na fronteira

Foragido desde 2020, Simón Pablo também tinha mandado de prisão em aberto por morte de comerciante

Por Gustavo Bonotto | 17/05/2024 20:24
Simón era investigado por matar o irmão a tiros. (Foto: Reprodução/ABC Color)
Simón era investigado por matar o irmão a tiros. (Foto: Reprodução/ABC Color)

Paraguaio acusado de matar o próprio irmão e ser chefe de quadrilha na fronteira foi preso na madrugada desta sexta-feira (17), em Yby Yaú, distrito que faz fronteira com Sete Quedas, a 468 quilômetros de Campo Grande.

Simón Pablo Piris Galeano, de 29 anos, estava em uma área florestal de Punta Porâ Ñu. Segundo o portal ABC Color, ele tinha um mandado de prisão pelo assassinato de Gladys Galeano Godoy ocorrido em janeiro passado no mesmo distrito.

À época dos fatos, o comerciante foi encontrado morto com vários disparos de arma de fogo pelo corpo.

Desde 2020, Simón era procurado após ser considerado o principal suspeito da morte de seu irmão, Luis Alberto Piris Galeano, morto a tiros na Fazenda Acâ Morotî, também em Yby Yaú.

Conforme explicou o Comissário Jorge Vidallet, chefe de Investigação Criminal do Departamento de Concepción, antes de sua prisão, Simón liderava uma "gangue criminosa" na área, incluindo indígenas.

Receba as principais notícias do Estado no WhatsApp. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nas redes sociais: Facebook, Instagram e TikTok

Nos siga no Google Notícias