ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEXTA  28    CAMPO GRANDE 23º

Interior

Traficantes são presos com 3,2 toneladas de maconha em depósito

Os três homens foram flagrados no barracão descoberto pela Defron em Ponta Porã

Por Helio de Freitas, de Dourados | 17/11/2021 15:57
Policiais em depósito de sementes de fachada; local era entreposto de droga (Foto: Divulgação)
Policiais em depósito de sementes de fachada; local era entreposto de droga (Foto: Divulgação)

Depósito de sementes de girassol servia como entreposto do tráfico em Ponta Porã, cidade a 323 km de Campo Grande e principal porta de entrada da maconha produzida no Paraguai e destinada aos grandes centros brasileiros. Três homens foram presos em flagrante.

O local foi descoberto nesta quarta-feira (17) por policiais da Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira). Além de 3,2 toneladas de drogas, a polícia apreendeu caminhão, carro e duas espingardas.

Foram presos o dono da empresa de fachada, Osnaldo Rodrigues Franco, 43, o paraguaio Bruno Adrian Gonzalez Cabral, 21, e o irmão de Osnaldo, Osnaldino Rodrigues Franco, 38.

Segundo o delegado Rodolfo Daltro, chefe da Defron, as investigações indicavam que o depósito de sementes localizado no Jardim Independência poderia servir de entreposto de maconha, pois caminhões entravam e saiam do local durante a madrugada, situação incomum para a atividade comercial desenvolvida no barracão.

O depósito fica em local estratégico, na margem da MS-164, rodovia que liga Ponta Porã à cidade de Antônio João e a poucos metros do território paraguaio.

Fardos de maconha sob sacos de sementes armazenados em barracão (Foto: Divulgação)
Fardos de maconha sob sacos de sementes armazenados em barracão (Foto: Divulgação)

Por volta de 10h de hoje, os policiais “invadiram” o local e prenderam o dono e os outros dois homens. Osnaldo negou que estivesse armazenando droga no barracão. Entretanto, embaixo dos sacos de sementes foram encontradas dezenas de fardos de maconha. No mezanino em um dos compartimentos do galpão havia mais droga.

Na casa localizada no mesmo terreno do depósito foram aprendidas duas espingardas calibre 22, além de balanças industriais. A Defron também apreendeu o caminhão e o Vectra encontrados no local.

Os três foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. A polícia pediu a prisão preventiva deles. Osnaldo, proprietário do depósito, também foi autuado por posse irregular de armas de fogo.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário