A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

09/06/2018 10:35

Vídeo: adolescente pega carona em ônibus escolar e agride aluna a socos

Fato ocorreu em Coxim no início da semana e ganhou repercussão após filmagem ser distribuída em redes sociais; Delegacia da Mulher apura o caso

Humberto Marques
Ataque cometido por adolescente contra estudante foi filmada em ônibus do transporte escolar; agressora havia subido no veículo de carona. (Foto: Direto das Ruas/Reprodução)Ataque cometido por adolescente contra estudante foi filmada em ônibus do transporte escolar; agressora havia subido no veículo de carona. (Foto: Direto das Ruas/Reprodução)

Uma estudante de 15 anos foi agredida por uma adolescente de 17 dentro de um ônibus do transporte escolar entre os municípios de Rio Verde e Coxim. A acusada entrou no veículo de carona, conforme relato da mãe da vítima e do próprio motorista em vídeo gravado no momento do ataque –e que foi distribuído por meio de redes sociais e chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas.

A Delegacia da Mulher de Coxim já abriu investigações sobre o caso, que também já foi repassado à Secretaria de Educação do município. A garota agredida sofreu escoriações na face e ferimentos no olho direito que, segundo sua mãe, precisarão ser analisados por um especialista em Campo Grande.

Os fatos ocorreram no início da tarde de terça-feira (5), entre a comunidade de Beira Alta, em Rio Verde, e a zona rural de Coxim. A estudante usava o transporte escolar para voltar da escola para casa, em uma fazenda na região, quando, segundo sua mãe, a agressora se posicionou na frente do corredor do ônibus.

“Quando chegou perto de casa, ela pegou a mochila e foi para a porta. Ela (agressora) ficou no corredor e minha filha já pensou se ia mexer com ela”, afirmou a mãe. A vítima pediu licença e, logo que passou, a agressora lhe puxou pelos cabelos e deu início ao ataque.

“Essa garota puxou e bateu a cabeça da minha filha no ferro do banco, ela meio que perdeu sentidos. Depois, (a agressora) deu vários tapas na minha menina, sntou no banco e jogou ela de cara para cima, prendeu o pescoço no meio da perna e bateu, socou”, explicou a mulher. Segundo ela, a adolescente ainda enfiou um dedo dentro do olho direito de sua filha, causando a lesão.

Denúncia – A mãe da vítima afirma que a agressora estudou na mesma escola da filha e, no fim de 2017, mandou mensagens acusando-a garota de ter dado em cima do seu namorado e ameaçando lhe bater. Além disso, afirma que a jovem de 17 praticava bullying contra sua filha.

Mesmo não sendo mais estudante, a adolescente agressora subiu no transporte escolar de carona, acompanhada do cunhado e do namorado. A prática seria comum na região, por conta das dificuldades de acesso causados pelo isolamento.

No vídeo, gravado por outra estudante, o motorista –que estaria há pouco tempo atuando na linha– confirma que a adolescente subiu no veículo de carona. Ela estava acompanhada de duas pessoas, que seriam o cunhado e o namorado, conforme a mãe da adolescente agredida.

O motorista também contatou a família da estudante, por telefone, comunicando sobre a agressão. “Ele pediu para a gente buscar a minha filha porque ela não tinha condição de ir para casa sozinha. Achamos que seria algo como um tapa, mas chegamos lá e vimos minha filha lavada de sangue. Do jeito que etsava fomos para o hospital”, afirmou.

Após os primeiros-socorros, a estudante segue com o olho fechado. Ela deve vir a Campo Grande nesta semana para ser submetida a um especialista.

A Polícia Civil de Coxim confirmou o registro do boletim de ocorrência sobre o episódio, que foi repassado à Delegacia da Mulher do município. Tanto a família da vítima como a agressora –denunciada por ato infracional equivalente a lesão corporal e que não foi localizada pela reportagem– já foram ouvidas.

As autoridades também confirmaram que o caso foi comunicado à Secretaria de Educação de Coxim, que vai verificar se o serviço de transporte escolar na zona rural –que é terceirizado– tem alguma irregularidade.

Confira abaixo o vídeo da agressão (editado de forma a não permitir a identificação dos envolvidos, por se tratar de ato envolvendo adolescentes):



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions