A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

02/12/2009 13:03

Juíza manda saúde fornecer remédio e leite a bebê doente

Redação

A juíza da Vara da Infância, Juventude e do Idoso de Campo Grande, Katy Braun do Prado, determinou às secretarias de Saúde do Estado e do Município a concessão, imediata, de remédios para o tratamento do menino Luiz Felipe Leandrino Silva Mira. Ele é portador de demartite, doença crônica que causa inflamação da pele, e desnutrição.

A pedido do MPE (Ministério Público Estadual), a magistrada ainda determinou o fornecimento de alimentação necessária e inserção da família nos programas sociais e de geração de renda mentidos pela Setas (Secretaria Estadual de Trabalho e Assistência Social).

Segundo o pomotor Paulo Henrique Camargo Iunes, Luiz Felipe, de um ano e dez meses, necessita de dieta específica por conta de suas debilitações, visando afastar o risco de saúde e de morte, em razão da intolerância de seu organismo a todas as espécies de leite. O único alimento de lactose que a criança pode ingerir é Alfare, que custa aproximadamente R$ 195, e, conforme prescrição médica, é preciso tomar cinco vezes ao dia.

De acordo com o pai de Luiz Felipe, houve inúmeras tentativas para conseguir o leite através de órgãos públicos, porém, sem sucesso. Então, com recursos particulares, a família conseguiu uma consulta médica que encaminhou o menino à internação no Hospital Universitário. Na ocasião, foi prescrito o leite Alfare, porém, os pais conseguiram apenas duas latas do alimento, que, para Luiz Felipe, dura menos do que dois dias.

O relatório social elaborado pela equipe técnica ministerial, aponta que a família da criança possui condição socioeconômica baixa, estando o pai desempregado, além de sofrer de neurofibromatose (doença hereditária e sem cura), o que dificulta sua recolocação no mercado de trabalho.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions