A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

24/01/2016 12:32

Levantamento mostra que 82% dos focos do Aedes estão em casa

Priscilla Peres
Foram encontrados focos da doença em locais como piscina e caixas d'água. (Fonte: Dirceu Martins/Prefeitura)Foram encontrados focos da doença em locais como piscina e caixas d'água. (Fonte: Dirceu Martins/Prefeitura)

A prefeitura de Campo Grande realizou mutirões da dengue neste fim de semana, e comprovou que que 86,2% dos focos de infestação do mosquito Aedes aegypti estão nas residências. Equipes estiveram nos bairros Lajeado, Dom Antônio Barbosa, Parque do Sol e arredores.

Equipes com mais de 100 agentes, fiscais da vigilância sanitária, supervisores, equipes de soldados do Exército Brasileiro e trabalhadores do Proinc estiveram envolvidos nas ações de combate à epidemia de Dengue, Chikungunya e Zica vírus. Foram utilizadas pás-carregadeiras e caminhões.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Ivandro Corrêa Fonseca, que acompanhou o trabalho das equipes, foram detectados focos em caixas d’água descobertas, pneus de veículos automotores e bicicletas estocados em residências, além de outros recipientes onde os vetores se proliferam.

“Nosso objetivo é um esforço concentrado para evitar que a população adoeça e busque o atendimento médico apenas como medida curativa, ou seja, buscar a cura após a doença. Precisamos conscientizar a população das ações preventivas. Nosso objetivo não é curar o cidadão, mas evitar que eles adoeçam", afirmou o secretário.

Ivandro destacou que o "melhor agente de saúde é o cidadão", pois é quem deve cuidar do seu espaço e conscientizar seus vizinhos das ações que impeçam a proliferação do Aedes aegypti. "A prefeitura de Campo Grande tem feito todos os esforços no combate aos focos, mas apenas a ação pública é pouco. Precisaremos também da imprensa alertando a população para a sua corresponsabilidade”, enfatizou o titular da Sesau.

Durante o mutirão de força tarefa realizado neste final de semana na Região, imenso número de focos de mosquito foram detectados. Parcela da população aguarda que os agentes “limpem seus quintais”, quando a função principal é de orientação. Segundo a Prefeitura da Capital, a coleta de lixo está normalizada. Neste sentido, todo lixo e objetos a serem descartados devem ser ensacados para que seja feito seu recolhimento.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions