A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

30/07/2015 12:51

Ministério e governo contratam 95 projetos no valor de R$ 10,5 milhões

Leonardo Rocha
Ministro Adlo Rebelo e o governador Reinaldo Azambuja prestigiam abertura do Fórum de Ciência  e Tecnologia (Foto: Marcos Ermínio)Ministro Adlo Rebelo e o governador Reinaldo Azambuja prestigiam abertura do Fórum de Ciência e Tecnologia (Foto: Marcos Ermínio)
Parceria do governo estadual com o Ministério de Ciência e tecnologia, resulta na contratação de 95 projetos em MS (Foto: Marcos Ermínio)Parceria do governo estadual com o Ministério de Ciência e tecnologia, resulta na contratação de 95 projetos em MS (Foto: Marcos Ermínio)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o ministro de Ciência e Tecnologia, Aldo Rebelo, assinaram hoje (30), em Campo Grande, a contratação de 95 projetos voltados a este setor, no valor de R$ 10,5 milhões, durante a abertura do Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso do Sul.

O evento realizado no auditório do CREA-MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul), irá discutir diversos temas importantes deste setor, em câmaras técnicas, entre eles: Marco Legal de Ciência e tecnologia em MS, Ambientes de Inovação, Estado Digital Inteligente, Economia Criativa, assim como temas do campo, entre eles Intensificação da Produção em Pastagens Degradadas e Cadeias Produtivas.

Reinaldo ressaltou que estes projetos e o Fórum de discussão devem propor mudanças e transformações para melhor a qualidade de vida das pessoas. “Temos que trazer a comunidade científica, os órgãos de pesquisa, para nos trazer inovações e ações efetivas neste ambiente de discussão, com aporte financeiro”.

Ele citou a importância de uma rede digital para ligar os diversos segmentos do Estado, com investimento para trazer benefícios em diferentes áreas. “Sabemos que existe uma grande perda do país no setor de tecnologia e transformação, precisamos de uma política de Estado para alavancar esta área”.

Azambuja destacou que ações da Embrapa já trazem benefícios em setores econômicos, como o aumento da expansão de área plantada, com uso de ciência e pesquisa. “Setor industrial perdeu muito, precisa recuperar, teremos um fundo estadual de ciência e tecnologia para fortalecer o segmento”. O governo estadual vai destinar para o setor neste ano a quantia de R$ 26 milhões.

Crescimento – O ministro Aldo Rebelo ressaltou que Mato Grosso do Sul está crescendo em industria de transformação, deixando de ser apenas um polo agropecuário, mas fortalecendo suas bases e expandindo novos horizontes, como a celulose.

Ele ponderou que o Ministério vai apoiar o Fórum de Tecnologia, que deve apontar novos projetos e inovações ao Estado. “Temos como o exemplo o Parque Tecnológico Internacional de Ponta Porã, ideia interessante e ousada, que terá a presença de empresas, universidades e startups, na fronteira Paraguai-Brasil”.

Algo garantiu que o Estado receberá os recursos necessários para tocar projetos neste setor, já que tudo nos dias atuais depende de pesquisa e tecnologia. “Para se ter saúde de qualidade, ligar o país em rede na internet, agricultura de ponta e fortalecer a economia, precisamos evoluir, ainda somos deficitários, precisamos melhorar para avançar”.

Projetos – Com o aporte financeiro do Governo Federal de R$ 7 milhões, tendo contrapartida de R$ 3,5 milhões do Estado, foram contratados 95 projetos de quatro programas: Pronex (Programa Núcleos de Excelência), PPP (Programa Primeiros Projetos) e Pronem (Programa Núcleos Emergentes) e Tecnova (Programa de Inovação para as Micro, Pequenas e Médias Empresas).

O Pronex terá seis projetos no valor de R$ 1,995 milhão. Já o PPP irá contar com 62 projetos, em um investimento de R$ 2,325 milhões. O Pronem irá fortalecer 20 grupos de pesquisa, recebendo o valor de R$ 4,275 milhões, enquanto que o Tecnova irá fomentar o processo de inovação de sete empresas com o objetivo de desenvolverem produtos e processos para os setores estratégicos do Estado.

Reinaldo espera que Fórum e projetos de pesquisa possam trazer inovações e benefícios para o Estado (Foto: Marcos Ermínio)Reinaldo espera que Fórum e projetos de pesquisa possam trazer inovações e benefícios para o Estado (Foto: Marcos Ermínio)
Ministro Aldo Rebelo ressaltou que o Brasil precisa evoluir no setor de tecnologia e que o Estado terá os recursos disponíveis para pesquisas (Foto: Marcos Ermínio)Ministro Aldo Rebelo ressaltou que o Brasil precisa evoluir no setor de tecnologia e que o Estado terá os recursos disponíveis para pesquisas (Foto: Marcos Ermínio)
Governo lança Fórum de Ciência e Tecnologia nesta semana em MS
O governo estadual realiza o lançamento do Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso do Sul, nesta semana, no dia 30 de julho (quinta-fe...
Carro roubado no RJ é recuperado em estrada rumo ao Paraguai
Um automóvel recentemente roubado no Rio de Janeiro foi recuperado por policiais militares em uma estrada vicinal de Japorã –a 487 km de Campo Grande...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions