ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  18    CAMPO GRANDE 16º

Cidades

Peritos vão ao Inferninho para identificar vítima e assassinos

Por Edivaldo Bitencourt e Filipe Prado | 14/11/2013 16:25
Peritos buscam pistas de vítima e suposto autor do crime no Inferinho (Foto: Marcos Ermínio)
Peritos buscam pistas de vítima e suposto autor do crime no Inferinho (Foto: Marcos Ermínio)

Uma equipe da Coordenadoria de Perícias Criminais foi ao Inferninho, na tarde desta quinta-feira (14), para recolher materiais e pistas para identificar a vítima e os assassinos. O homem, encontrado sem cabeça no sábado (9), pode ser um policial militar aposentado de 53 anos.

Na tarde de hoje, peritos recolheram vestígios que podem levar a confirmação da identidade da vítima, que seria o policial aposentado. Uma testemunha, ouvida pela titular da DEH (Delegacia Especializada de Homicídios), Edilson dos Santos Silva, confirmou que o corpo é do PM da reserva.

A equipe recolheu um saco preto, matéria orgânica e outros itens que podem ajudar na confirmação da vítima por meio de exame de DNA. Eles recolheram também capim e outro material da vegetação para encontrar vestígios do assassino ou assassinos.

A Polícia suspeita de que o homem foi morto em outro local e enrolado em um saco plástico e desovado no Inferninho, na saída para Rochedinho.

Conforme o Campo Grande News apurou, policiais já confirmaram que a vítima é mesmo o policial militar que está desaparecido, mas não teve o nome divulgado. Os acusados pelo crime também já teriam sido identificados.

Quatro profissionais foram ao local recolher vestígios para ajudar na confirmação de identidade de policial (Foto: Marcos Ermínio)
Quatro profissionais foram ao local recolher vestígios para ajudar na confirmação de identidade de policial (Foto: Marcos Ermínio)
Perito recolhe material em meio a vegetação e pedras do Inferninho (Foto: Marcos Ermínio)
Perito recolhe material em meio a vegetação e pedras do Inferninho (Foto: Marcos Ermínio)
Nos siga no Google Notícias