A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 14 de Novembro de 2018

02/09/2008 22:46

Quase 30% dos partos em MS são entre mães adolescentes

Redação

Aos 15 anos, Tatiana dos Santos Torres, segura no colo o pequeno João Fernando, de um ano. A gravidez veio quando ela tinha 14. Experiência de mãe, só mesmo com as bonecas da infância recente.

João Fernando faz parte das estatísticas que apontam que 29% das crianças nascidas no Estado de janeiro a maio, são filhos de mães entre 15 e 20 anos. Há ainda 169 casos de bebês nascidos de meninas com idade entre 10 e 14 anos.

Casos como o da Tatiana se repetem com freqüência, principalmente na periferia. Pensando nessa realidade, a Sogomat-Sul (Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia de Mato Grosso do Sul) realiza em outubro, na Câmara Municipal de Campo Grande um Fórum aberto à população para discutir a sexualidade e anticoncepção na adolescência. O evento integra congresso regional de Ginecologia e Obstetrícia que acontece na Capital de 8 a 11 de outubro.

Complicações - Uma gestação de risco de Tatiana, com dores e descontrole da pressão, denunciava que o corpo ainda infantil não estava preparado para abrigar uma vida. João Fernando nasceu prematuro, com oito meses, e só foi para os braços da mãe depois de 20 dias na incubadora.

Hoje, ela avalia a situação e se considera muito jovem para ser mãe

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions